10 abril 2015

{Resenha} Como eu era antes de você - Jojo Moyes

Jojo Moyes
Nome do livro: Como eu era antes de você
Autor(a): Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Nº de Pág: 320
Classificação:
Sinopse: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Além disso, trabalha como garçonete num café, um emprego que ela adora e que, apesar de não pagar muito , ajuda nas despesas. E namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou se vê obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, a ex-garçonete consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto e planeja dar um fim ao seu sofrimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.
Confesso! Confesso que eu demorei muito a tomar coragem de ler esse livro, eu sabia que a história ia me tocar, que eu ia me sensibilizar, e é por isso que essa resenha vem um tanto que tardia em relação ao lançamento. Mas eu não poderia deixar de tentar, apenas tentar, expressar o que eu senti.

Já é de conhecimento dos leitores assíduos, porém, para você que está chegando agora, a minha preferência literária é suspense, policial, terror e distopia, portanto, quando recomendo um livro de romance, ah, é porque vale a pena viu.

Durante seu lançamento e um pouco depois vi varias pessoas se emocionarem com o livro, mas nem de longe achei que me tocaria de uma forma tão profunda. A história da garota sem perspectiva que topa cuidar de um cara em uma cadeira de rodas por grana nos leva rever várias posturas e questionamentos, nos mostra um mundo cheio de dificuldades por um lado e uma vida de estagnação do outro.

Pra começar, é dificil ver (ler) todo o processo doloroso de um tetraplégico, desde suas dores físicas até as outras limitações, como fica a questão psicológica de uma pessoa nessas condições. Jojo consegue retratar de forma sensível todo o sofrimento do personagem, conseguindo nos tocar profundamente a ponto de pensarmos no quanto devemos ser gratos pelo que temos.

Logo no inicio, com poucas semanas de trabalho, Lou fica sabendo que Will já tentou suicídio e que seu contrato de trabalho foi limitado a seis meses porque Will pretende ir para Dignitas (uma clínica) para morrer.  Com essa descoberta Lou começa a planejar de tudo para fazer com que Will desista dessa idéia. Mas como penetrar na carcaça de insensibilidade que Will usa? Ele faz de tudo para ser desagradável e frio, ao passo que Lou não se conforma com a decisão dele. E assim eles vão construindo uma relação de amor e ódio.

Lou tentando mostrar outras perspectivas de vida pra Will, e Will tentando fazer com que Lou saia da zona de conforto em que vive, que descubra o mundo e que queira sempre mais da vida. Uma bonita e profunda amizade nasce dessa relação.

Não vou citar o namorado de Lou, Patrick, porque para mim ele foi apenas um elemento desnecessário no livro.

O Final é imaginável, mas nas ultimas paginas você torce para que tudo aconteça de forma diferente. é dramático, tenso, triste e feliz. Um enredo de descobertas de ambos, de crescimento para a vida ou para a morte, mas que me deixou lembranças eternas.

Acho que não existe um final certo ou errado, só sei que eu chorei, chorei como nunca chorei ao ler um livro, detestei os dois protagonistas e depois os amei de novo, e ai voltei a detestar, e eu fechei o livro soluçando, mas com o coração feliz, feliz por ter conhecido essa história, que eu vou lembrar para sempre.

Feliz por ter me dado a chance de abrir horizontes, uma história de profunda reflexão.

Me conte sua experiência com o livro e ainda não se permitiu, leia já!

13 comentários:

  1. Quando leio comentários como o seu sobre lembrar para sempre de uma determinada história, não sei o que sentir. Fico curioso para poder ler o livro, mas fico com medo de não sentir toda a magia que a outra pessoa sentiu. De qualquer forma, ainda não tenho esse livro, mas tenho outro da autora. Tentarei ler e se gostar, esse será a minha próxima leitura.

    Abraços,
    Felipe Matheus
    A Hora do Livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felipe paradoxo complicado né?
      Mesmo porque a leitura é , e deve ser, diferente na forma de tocar cada pessoa.
      Mas eu sou um pouco assim como você, tenho receio de ler livros muito bem quistos ou muito aclamado pelo pessoal em geral, justamente por esse medo da decepção sabe?
      É por isso que não li a culpa é da estrelas até hoje rs!
      Mas espero que você de uma chance para o livro, e se um dia ler, me conte o que achou combinado? sarabertti@gmail.com
      Grande beijo

      Excluir
  2. esse livro pqp!
    foi um que mais me chocou! eu chorei, mais eu chorei, mais eu chorei! aquele choro de escorrer coriza do nariz e tudo, de soluçar mesmo!
    Jojo criou o enredo de forma a mexer com as minhas emoções de tal forma que eu rezei por um milagre o livro todo! eu queria o final feliz, eu precisava dele pra continuar acreditando que Lou e Will seriam felizes, só que eu não consegui enxergar que a felicidade também é uma escolha e que o que é bom para uns não é para outros
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Thaila, não consigo entender também como a felicidade pode ser uma escolha que não é feliz :(

      Excluir
  3. Olá!
    Nossa, esse livro parece emocionante! Ainda não tive a oportunidade de ler nenhum livro dessa autora, mas depois do que você descreveu, eu preciso ler. Preciso me emocionar. E ah, com certeza vou chorar horrores haha
    Adorei sua resenha!
    Beijo
    http://addictionforbooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Realmente, deve ser uma história bem interessante e edificante. Parabéns

    www.antarktos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Sara querida, essa foi a resenha mais bonita que já li para esse livro.
    Já vi muita gente se emocionando pelo livro mas nenhuma resenha me tocou como a sua, como você disse e por todas as outras resenhas, acho que Patrick foi mesmo desnecessario.

    Fico feliz em saber que saiu da sua zona de conforto e gostou taanto do livro assim!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Eu sou com-ple-ta-men-te louca para ler esse livro! Aliás, só não comprei ainda porque nunca sai do preço de 30 reais, e acabo achando salgado hahaha =[ Tô namorando esse livro tem tempos, até agora só li comentários bons sobre ele e pela sua resenha, já sei que vou terminar o livro em prantos. Mas quero ler mesmo assim, tenho certeza que valerá a pena!
    Amei sua resenha!
    Beijos!

    www.livrosdajess.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Sara!
    Eu ainda não li nada de Jojo Moyes, mas todo mundo fala muito bem da sua escrita. Esse livro parece ser bem tocante mesmo, tenho que criar coragem para ler assim como você!

    Beijos,
    Fernanda
    www.oprazerdaliteratura.com.br

    ResponderExcluir
  8. Sara, só de ler sua resenha me volta tudo o que senti lendo esse livro. Quem me conhece, já ouviu eu dizer milhares de vezes que Como Eu Era Antes de Você me deixou com a pior ressaca literária da minha vida! E olha que chorei horrores com Cante Para Eu Dormir. A ressaca não foi pelo fato de chorar, mas pelo tema abordado e por decisões tomadas ao longo da história. Nossa, só de falar me dá um aperto no peito!

    Beijinhos!
    www.citacaonumclick.com.br

    ResponderExcluir
  9. Ah, Sara, chorei não. Eu fiquei com TANTA raiva da autora que nem consegui sentir tristeza. rsrsrs Foi uma história legal, mas não curti o final. Como li depois do anúncio dos atores que irão interpretar os personagens, não consegui não pensar no Will como o lindo do Sam. hahahahaha! Ansiosa pelo filme já!
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  10. Oi, Sara.
    Amo esse livro de paixão, é meu livro favorito da vida. Apesar de ser uma história triste, é uma história que nos faz refletir e que fala da importância das pequenas coisas da vida.
    Amo os personagens, odiei o Will logo após a leitura, mas depois compreendi toda a sua atitude, uma atitude bem difícil, a propósito.
    Amei sua resenha. Fiquei morrendo de vontade de reler.

    Beijocas,
    http://www.segredosentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Estava na dúvida se comprava ou não esse livro. Pena que já são 22h47 e não tem uma livraria aberta. Do contrário, sairia correndo para comprar um "Como eu era antes de você". Obrigada pelo texto e por me ajudar a comprar o próximo integrante da minha estante! ;)

    https://depoisqueli.wordpress.com/

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós e será sempre respondido, volte para conferir!
Se possível, deixe o link de seu blog, adoramos conhecer espaços novos e retribuir a visita!