08 abril 2015

{Resenha} A Aposta - Rachel Van Dyken

Rachel Van Dyken
Nome do livro: A Aposta
Autor(a): Rachel Van Dyken
Editora: Suma das Letras
Nº de Pág: 288
Classificação:

Sinopse: Kacey deveria ter fugido assim que ouviu essas palavras do milionário Jake Titus. O amigo de infância que Kacey não via há anos é hoje um dos homens mais poderosos e cobiçados de Seattle. E ele precisa de um favor dela: que ela finja ser sua noiva em uma viagem para visitar a avó Nadine, que está muito doente. Kacey aceita sem hesitar, afinal, o que poderia acontecer em apenas quatro dias? Mas o que ela não esperava era reencontrar Travis, o irmão mais velho de Jake, Quando mais novo, ele adorava perturbar Kacey: já incendiou uma boneca, colocou uma cobra em seu saco de dormir. Por isso, recebeu dela o apelido de “Satã”. Mas depois de tantos anos, Kacey se vê diante de um homem lindo, por quem se apaixona no momento em que vê o seu sorriso. O que ela não sabe, no entanto, é que os dois irmãos haviam feito uma aposta quando eram meninos: quem se casasse com Kacey receberia um milhão de dólares. Em “A Aposta”, da autora best-seller do New York Times Rachel Van Dyken, Kacey terá que descobrir qual dos irmãos é o cara certo e fazer sua escolha. Essa é a única certeza que lhe resta.


Kacey, Jake e Travis eram amigos de infância, contudo, enquanto Jake a protegia, Travis judiava da garota, sua maneira nada bacana de tentar chamar a atenção da menina. Travis tinha 8 e Jake 6 anos quando fizeram "A Aposta": iriam se casar com Kace e o perdedor pagaria ao outro, 1 milhão de dólares.

15 anos depois Kace estava morando em Seattle, em parte para estudar, mas muito mais na tentativa de esquecer as lembranças que sua cidade natal trazia de seus pais, ambos mortos em um acidente de veículos. Jake assumiu o controle das empresas da família e com apenas 21  anos é o solteiro mais cobiçado de Seattle. Tudo caminhava bem se não fosse pelo descontentamento dos Membros do Conselho com os frequentes escândalos protagonizados pelo herdeiro com garotas de programa.

Pressionado pela avó Nadine e pelo conselho, Jake faz uma proposta a Kace, ela finge ser sua noiva por um final de semana e ele paga as mensalidades atrasadas da faculdade dela. Kace sabe que deveria recusar, todo o histórico de seu desastroso passado com Jake vem à tona, mas não é o suficiente para fazê-la desistir, afinal a notícia de que vovó Nadine estaria doente e queria vê-la, valeria qualquer sacrifício, inclusive conviver com Travis, ainda que por apenas 3 dias.

Precisei de alguns muitos dias para concluir a resenha desse livro, ao contrário da maioria, sempre fico empacada com as dos livros que mais gostei, porque sempre acho que não fiz por merecer. E com esta não será diferente.

Rachel não inovou, já aviso de antemão que o livro é simples e previsível, mas igualmente arrebatador, a forma como ela narra os fatos, como ela dá elo aos acontecimentos e a força e personalidade que ela deu a cada personagem é tão fantástica, que você vive a história, você ri alto em público e você torce, com borboletas no estômago pelo casal protagonista. Por fim, você vira a última página suspirando.

Jake é um cafageste, um lindo, rico e gostoso cafageste. Por vezes fiquei com raiva da imaturidade dele e questionei "quem diabos o escolheu para tomar conta dos negócios da família?", daí lembrei que ele tem "lábia" e no mundo dos negócios, essa é uma arma poderosíssima.

Kace, oras, não a culpo por se apaixonar pelo cara que, a princípio, era seu melhor e inseparável amigo, acho que todo mundo já se apaixonou ou teve uma quedinha pelo melhor amigo. Ela não é a personagem mais forte que já encontrei, mas consegui me conectar, gostar e torcer por ela.

Travis, decidiu comprar um rancho e administrá-lo. Ahhhh Travis, aquele garoto que fazia tudo errado com a melhor das intenções acabou por se tornar um jovem muito, muito atraente. Como resistir ao seu charme?

E não podemos esquecer da personagem que mais adorei, a Vovó Nadine, fogosa em seus quase 90 anos ela flerta com o vizinho e arma inúmeras situações brincando de cupido, rsrsrsrs. Ela é a verdadeira matriarca da família e faz jus a isso, porque conduz todos os familiares que a respeitam inquestionavelmente.

Rachel tem uma escrita muito gostosa, os capítulos são revezados nas vozes de Jake, Kace e Travis, dando assim, uma perspectiva geral dos acontecimentos e sentimentos de cada um deles. A história força Kace a enfrentar o mundo e sair da concha protetora em que ela se fechou e a quebrar estereótipos fixados por conta das atitudes de Jake e Travis quando crianças, agora eles são adultos e têm de enfrentar as consequências de seus atos.

A fórmula funcionou muito bem pra mim, há quem pense se tratar de um triângulo amoroso, mas hei de discordar. Recomendo a todo leitor que gosta de um romance leve, divertido e cheio de amor e farpas, rs


2 comentários:

  1. Nunca fui fã do gênero, mas adoro senhorinhas ousadas e adorei a descrição que você fez dessa Vovó Nadine. Boa resenha!

    Beijos,
    Felipe Matheus
    A Hora do Livro

    ResponderExcluir
  2. eu quero muito ler este livro!
    enredo leve, capa charmosa, uma combinação mais que especial!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós e será sempre respondido, volte para conferir!
Se possível, deixe o link de seu blog, adoramos conhecer espaços novos e retribuir a visita!