01 março 2015

{Resenha} O Melhor de Mim - Nicholas Sparks

nicholas sparks
Nome do livro: O Melhor de mim
Autor(a): Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro
Nº de Pág: 272
Classificação: 
Sinopse: Na primavera de 1984, os estudantes Amanda Collier e Dawson Cole se apaixonaram perdidamente. Embora vivessem em mundos muito diferentes, o amor que sentiam um pelo outro parecia forte o bastante para desafiar todas as convenções de Oriental, a pequena cidade em que moravam. Nascido em uma família de criminosos, o solitário Dawson acreditava que seu sentimento por Amanda lhe daria a força necessária para fugir do destino sombrio que parecia traçado para ele. Ela, uma garota bonita e de família tradicional, que sonhava entrar para uma universidade de renome, via no namorado um porto seguro para toda a sua paixão e seu espírito livre. Infelizmente, quando o verão do último ano de escola chegou ao fim, a realidade os separou de maneira cruel e implacável. Vinte e cinco anos depois, eles estão de volta a Oriental para o velório de Tuck Hostetler, o homem que um dia abrigou Dawson, acobertou o namoro do casal e acabou se tornando o melhor amigo dos dois.
Quando alguém resolve ler um livro do Nicholas Sparks, já o pega (ou deveria) ciente de que irá chorar, de angústia, de tristeza, de alegria e até de raiva, rs. Com esse, não foi diferente, apesar de trazer novos elementos, a fórmula surpresa e lágrimas esteve presente.

Amanda Collier e Dawson Cole se conheciam desde pequenos e adolescentes, se apaixonaram, vivendo um belíssimo e profundo amor. Mas, ser parte de uma família de criminosos da cidade não ajudou em nada para que Dawson mudasse a maneira dos pais de Amanda pensarem. Pretendendo o melhor para a filha, eles forçam essa separação.

25 anos se passaram e ambos se reencontram para a cerimônia de funeral de um amigo em comum. A vida do casal tomou rumos completamente diferentes, enquanto Dawson passou 4 anos na prisão e todos os outros isolado em uma plataforma de petróleo; Amanda foi para a faculdade, conheceu Frank, se casou e teve 3 filhos, fora Bea que faleceu ainda pequena, razão suficiente para fazer o casamento deles desandar.

Juntos novamente e com uma tarefa deixada por Tuck, para ambos, eles irão recordar aquele amor e descobrir que o tempo não apaga lembranças e nem afoga um verdadeiro amor, até que..... é, eu não vou contar mais nada, mais do que isso, estarei revelando partes importantes do enredo, que devem ser apreciadas por vocês.

Senhoras e Senhores, com vocês, lágrimas Nicholas Sparks!

Ah Nicholas, há quem diga que exista apenas uma fórmula para todos os seus romances, hei de discordar e dizer que existe uma mente brilhante para tantos enredos diferentes. Mais uma vez, me peguei vivendo o amor do casal protagonista, mas uma vez, as palavras foram ficando cada vez mais distantes, as imagens mais nítidas, como que se eu fosse, realmente, transportada até Oriental, até a maravilhosa cabana em Valdemere.

Dawson é um homem íntegro e, apesar de ter uma família de criminosos e ter passado 4 anos na prisão, foi um dos personagens mais respeitadores que conheci. Cheio de fantasmas do passado, Dawson se torna obscuro, fechado, infeliz, contudo, íntegro e bom caráter, sem contar a decisão que toma no final do livro. Ainnnn, como não amá-lo?

Amanda, por sua vez, representa uma maioria ainda existente, das mulheres frágeis e submissas, seja em relação aos pais, ao namorado ou marido e filhos. Me identifiquei demais com ela, com as tantas e muitas escolhas erradas que faz pela vida, com o relacionamento conturbado com a mãe, que tenta manipulá-la a todo momento e, inclusive, com aquele clássico momento em que paramos para pensar se tudo valeu a pena, se fizemos as escolhas certas, se as faríamos novamente sabendo o que sabemos.

Em muitos, muitos momentos, Amanda questiona seu casamento que vai de mal a pior por conta da bebedeira de Frank, ele se tornou alcoólatra após a morte da filha e com isso o casamento de ambos está no limite. Seus questionamentos acerca do quanto um primeiro amor pode guiar nossas vidas é mais uma das semelhanças da protagonista comigo!

O amor dos dois permaneceu vivo em cada célula de seus corpos por mais de 25 anos, e quando falo isso, não é aquela paixão adolescente, não, é aquele sentimento que faz você tomar decisões contrárias a ele por ser o melhor para o outro. Sim, existe muita coisa clichê e momentos previsíveis, mas neste momento, caro leitor, você estará tão, mas tão envolvido por esse amor, que rezará por mais momentos assim.

Mas, Nicholas foi Nicholas nesse livro e nos presenteou com um final de estarrecer nossos corações, sim, eu me acabei de chorar quando descobri a razão do título do livro, ai céus, fi como se uma faca tivesse sido fincada em meu coração. Passei dias pensando sobre esse final e seu significado, afinal, o que tiver que ser, será!

"Mesmo quando estávamos na igreja e eu me preparava para fazer meus votos, lembro-me de ter desejado que fosse você ali na minha frente, não ele. Porque não só eu ainda o amava, como meu amor por você não tinha limites, e mesmo naquele momento eu suspeitei que nunca fosse sentir da mesma forma em relação a Frank"

15 comentários:

  1. este livro me deixou super apreensiva e com vontade de jogar uma pedra na Amanda por ser tão fraca!
    Dawson é um homem fácil de amar... o bom é que o Sparks explorou o amor para além do real, mas como uma doação ao outro
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Thailinha, realmente foi uma pedrada no meu pobre coração, porque no fundo, no fundo a gente nunca acha que tudo isso vai acontecer com uma pessoa só... ô vidinha difícil essa do Dawson coitado!
      Beijos

      Excluir
  2. Oi, tudo bem?
    Confesso que odeio o Nicholas Sparks.. o único livro dele que gostei foi o Diário de uma paixão, mas simplesmente os outros não são pra mim..
    Tudo bem que o enredo desse livro parece legal, com essa coisa de família de criminosos, mas é tudo tão a mesma coisa quando se trata de Nicholas..
    Respeito quem gosta, afinal, gosto é gosto, mas não é pra mim mesmo :/
    Mesmo assim sua resenha está ótima, você escreve muito bem :)
    Beijos,
    www.romanceseleituras.com

    ResponderExcluir
  3. Adoro os livros do NS, nunca li esse e quero ler. Sem contar que já vi ai que tem uma chará e adoro livros que tenham chará hahaha Sejam elas boazinhas ou não. E isso de tomar decisoes contrarias é tao eu </3

    ResponderExcluir
  4. cara o fato dele ter sido nascido em uma família de criminosos me faz ficar interessada. sei lá essas coisas me lembram a máfia e acho super interessante haha mesmo q n seja parecido gostei do detalhe.
    tipo não sou tão afim de ler um livro do autor como já fui um temo atrás, mas se eu for dar uma chance pretendo começar por esse livro pq e interessei muito <3
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  5. Chrys, eu não li o livro ainda, mas vi o filme no cinema, pela sua resenha parece que o filme foi bem fiel ao livro. Eu concordo com você, não acho que exista formula nenhuma para os livros do Nicholas, meu preferido é Querido John e não vejo semelhança com os outros 4 que li do autor, cada um tem sua peculiaridade ao meu ver (e quando comprei um pocket em inglês, percebi que é no Brasil que as capas são meio que parecidas, não vi outras, mas acho que é só aqui a coisa do casal na capa). Você já leu primavera eterna da Paula Abreu? Eu não gostei muito do livro porque ele é muito curto, se fosse um conto gostaria mais, porém, ele toca nessa tecla do impacto que o primeiro amor tem na vida das pessoas, inclusive uma frase marcante é "É o nosso primeiro amor que nos move por toda a vida?". Enfim, amo Nicholas e gosto mesmo de chorar e acabar com os lenços quando leio algo dele haahah! Adorei a resenha =)

    ResponderExcluir
  6. Oi Chrys!
    Eu só li um livro do Nicholas Sparks, "Querido John". Eu gostei, mas achei muito meloso! =P
    Eu sei que esse é o estilo dele e que todos os seus livros são assim "mamão com açúcar", então não sei se teria coragem de ler outro livro dele, pelo menos não por enquanto!
    Mas sei que muita gente gosta dele, e essa parece ser uma história legal! Quem sabe não dou mais uma chance ao Sparks? :)

    Beijos,
    Fernanda
    http://oprazerdaliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu amo exatamente esse jeito do Nicholas me arrancar lagrimas! Tanto é que quando eu li um livro menos emocionante, até me decepcionei (hahaha) #Aloka
    Ainda não tive a oportunidade de ler O MELHOR DE MIM, mas é uma história linda mesmo, como todas as outras que tio Nick escreve, cheias de aprendizados e superações! Adorei <3

    xoxo
    http://www.amigadaleitora.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá tudo bem?

    Muito boa a resenha, mas o livro assim como o autor não me chama em nada a atenção. Essa fórmula de ter um casal que se apaixona, fica separado por anos e depois se reencontra e blá blá blá, é pra mim muito clichê, ainda que o autor mostre alguma habilidade em criar algo novo em cima disso. E o fato da protagonista representar a mulher frágil e submissa me faz criar ainda mais aversão à estória, creio que a literatura, assim como tudo, deve ser inundada de mulheres fortes e que comandem por si só os seus destinos. Bjus!!!
    http://lendoaestante.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Acho que só eu não gosto de Nicholas Sparks ahuauhahu.. nem é não gostar, nunca li os livros, é só que não gosto muito desse estilo literário então nunca tentei. Odeio livros muitos tristes também, então acho que não rolaria comigo rs. Mas ótima resenha.

    bjs!
    http://serieslivroseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bom?

    Eu nunca cheguei a ler Nicholas Sparks, mas pelo que eu li de sua resenha a história me parece envolvente,o personagem Chris é muito bem desenvolvido com seus medos e fantasmas do passado, gosto dessa criação de personagem, nos fazem se indentificar com eles, e a outra personagem tem o nome da minha namorada, sei que é bobagem mas fica ainda mais legal para mim hsuasuahushau vou procurar por ele

    Gustavo Fraga http://realityofbooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Ai, Chrys!
    Eu amooo Nicholas, mas eu ainda não li esse.
    E só de ler tua resenha já fiquei com o coração apertado, dá até medo de ler. jhahaha
    Tio Nicholas sabe como nos fazer suspirar e em seguida destruir nossos corações. Oh céus!
    uahuahau To me roendo aqui agora.

    Beijinhos
    Jaque - Meus Livros, Meu Mundo.

    ResponderExcluir
  12. "Senhoras e Senhores, com vocês, lágrimas Nicholas Sparks!" Essa frase define tudo.
    Esse é um dos poucos livros do Sparks que eu aina não li, apesar de ter.
    Quero muito ler antes do filme sair. Os personagens são bem interessantes e fogem aos outros livros do autor.
    Adoro como ela traz os títulos dos livros no seu final e torna a história ainda mais enlouquecedora para quem lê, fora que é completamente o oposto do que estávamos esperando.
    Já vi comentários de que essa é a história mais forte do autor.
    Mal posso esperar para começar a derramar minhas lágrimas.

    Beijocas,
    http://www.segredosentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Eu já li esse livro do Nicholas Sparks e confesso que é um dos meus preferidos.O final é espetacular e inesperado, chorei bastante.Vou começar a ler outro livro dele "Uma longa Jornada",pelo que me falaram é muito bom.
    Um abraço!😉😘

    ResponderExcluir
  14. http://entreaspasevirgulas016.blogspot.com.br/?m=0 😉😉

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós e será sempre respondido, volte para conferir!
Se possível, deixe o link de seu blog, adoramos conhecer espaços novos e retribuir a visita!