18 janeiro 2015

{Resenha} - Maybe Someday - Colleen Hoover

Nome do livro: Maybe Someday
Autor(a): Colleen Hoover
Editora: Kindle Edition
Nº de Pág: 367
Classificação:
Sinopse: Aos vinte e dois anos, a musicista aspirante Sydney Blake tem uma vida boa: ela está na faculdade, trabalhando em um emprego estável, apaixonada por seu namorado maravilhoso, Hunter, e dividindo o quarto com sua grande amiga Tori. Mas tudo muda quando ela descobre Hunter traindo-a com Tori – e ela fica tentando decidir o que fazer a seguir.Sydney torna-se fascinada por seu vizinho misterioso, Ridge Lawson. Ela não consegue tirar os olhos dele ou deixar de ouvi-lo diariamente tocando guitarra na varanda. Ela pode sentir a harmonia e vibrações na música dele. E há algo sobre Sydney que Ridge tampouco pode ignorar: ele parece ter finalmente encontrado sua musa. Quando o inevitável encontro acontece, eles logo se vêem necessitando um do outro, em mais de um sentido…
 Ahhh Colleen, Colleen, Colleen, não é a toa que ela é minha escritora favorita na atualidade. Quando acho que vai ser impossível ela escrever mais um livro tão bom quanto os anteriores, ela me aparece com Maybe Someday e me surpreende totalmente! Que coisa mais especial esse livro! Que talento essa mulher tem para nos prender ao livro, emocionar e nos cativar com personagens fantásticos e histórias maravilhosas!

Bom o caso é o seguinte, Sydney está fazendo faculdade de música, mesmo contra a vontade de seus pais, paga suas contas, divide o apartamento com sua melhor amiga Tori, namora Hunter, e eventualmente sente-se atraída por um charmoso desconhecido que toca violão muitíssimo bem numa varanda a alguns metros da sua.

Sua vida vai bem tranquila até que ela descobre que seu namorado e sua melhor amiga tem um caso bem debaixo de seu nariz, ou seja, numa tacada só ela perde a amiga, o namorado, fica sem teto e de quebra perde o emprego. Oportunidade em que Ridge, o tal rapaz charmoso que toca violão na sacada, com quem ela recentemente passou a trocar mensagens de texto sobre letras de músicas, é quem a acolhe lhe oferece um quarto no apartamento que ele divide com mais três pessoas.

Voltar para a casa de seus pais seria reconhecer que eles estavam certos, que ela deveria ter cursado direito como eles queriam, caso em que eles pagariam todas as despesas. Então, ela aceita a proposta de Ridge em troca de ajudá-lo a escrever letras para as músicas da sua  banda.

É ai que a história fica irresistível, os dois amam música e passam horas compondo juntos, o que dá a oportunidade daquela atração platônica criada entre a distância das sacadas se torne algo palpável entre eles. E mais, eles sabem que a inspiração para as letras vem de sentimentos verdadeiros, logo eles não conseguem esconder um do outro o que sentem.

Mas como sempre há um problema, apesar de parecerem simplesmente perfeitos um para o outro,  Ridge revela que tem uma namorada, pior, uma namorada muito bonita e legal, com quem Ridge, por algum motivo, parece que não vai terminar nunca. O mundo de Sydney desaba uma segunda vez em poucos dias.

Se recusando a se tornar uma Tori e não querendo se envolver tão cedo com outra pessoa, Sydney declara guerra ao seu coração, ela não vai deixar o relacionamento deles ultrapassar a barreira da amizade. Ridge também trava uma batalha entre a paixão e a lealdade, com seu coração dividido ao meio entre Sydney e Maggie. Será possível amar mais de uma pessoa ao mesmo tempo? Existem tipos diferentes de amor?

Não pensem que Ridge é qualquer cafajeste por ter se envolvido com Sydney estando em um relacionamento sério com Meggie, pelo contrário ele é o perfeito mocinho, cheio de princípios e luta bravamente contra os sentimentos que lhe arrastam em direção à Sydney.

Num primeiro momento Sydney pode parecer um pouco submissa, por aceitar a situação estando tão envolvida, mas temos que levar em consideração o contexto, ela acabou de ser traída pelas pessoas que mais confiava, estava frágil, em dificuldade financeira, não queria ser a amiga traidora e também não queria perder aquele que foi um alento para seu coração partido.

Sydney e Ridge formam um casal fofíssimo sem sequer ser um casal, eles são tão honestos, leais e altruístas. Ao mesmo tempo que tentam fugir um do outro, não negam seus sentimentos e tentam evitar o sofrimento do outro, apesar se ser impossível na situação em que se meteram.

Os capítulos são intercalados entre a narrativa de Sydney e Ridge, o que nos permite ver o que passa na cabeça e no coração de cada um, perceber o e quanto sofrimento eles infligem seus corações ao tentar resistir.

A trama toda é muito bem escrita, assuntos delicados como traição e uma questão especial sobre Ridge, que não vou contar para não estragar a surpresa, são tratados como muita naturalidade, sem tabus. Assim como em Métrica há muita poesia, desta vez com as letras das músicas, aliás a trilha sonora está disponível no site oficial do livro (www.maybesomedaysoundtrack.com), o que o torna uma experiência bem diferente.

Como sempre Colleen Hoover caprichou também nos personagens secundários, que são muito divertidos, como Warren e Bridgete, que dividem apartamento com Ridge e Sydney e tem um relacionamento nada convencional, os quatro vivem pregando peças uns nos outros o que me fez dar boas risadas.

Simplesmente apaixonante, emocionante, angustiante, me envolvi a cada virada de página, torci por eles, sofri com eles e agora estou rezando para que tenha sequência! Uma pena que demoram tanto para lançar os livros dela no Brasil, quem for impaciente como eu pode encontrá-lo em formato digital.

8 comentários:

  1. Adoro a Colleen Hoover desde que li Um Caso Perdido! Com certeza Maybe Someday entrará para minha lista de desejados.
    Adorei o blog, ganhou uma nova leitora <3

    Dá uma passadinha no www.lonelyfireflies.blogspot.com e confira a web novela que estou postando!
    Beijos
    Vitoria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou! Já dei uma passado no seu blog, vou voltar para ver a web novela com mais tempo.
      Beijos

      Excluir
  2. só li um livro da autora e não sei se quero ler mais rsrsrs
    apesar de ter consciência de que preciso dar uma nova oportunidade
    me sentindo um completo fracasso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh Thaila dá outra chance a ela kkkkk. Tem livros ótimos como Ugly Love, Um caso Perdido, sem falar na trilogia Métrica. Tem várias resenhas aqui no blog dá uma olhada!

      Excluir
  3. Melhor trama dela. Sério, é perfeita! Sem falar nas musicas, quando li fui conferindo e é tão fofo *.*
    O mocinho não é um safado, apesar do dilema e tudo mais. A trama é verídica, você acredita. Não é um triangulo amoroso clichê porque é único, existe uma visão diferente e uma escrita maravilhosa nessa história. É um dos meus favoritos, vale a pena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cristiane obrigada pela sua opinião, bom saber que não sou a única a achar este livro fofíssimo!

      Excluir
  4. Oi, Marina!
    Quando você diz que essa autora é sua favorita na atualidade, nossa, sinto-me impelida a conhecê-la! Eu tenho Métrica por aqui, mas nunca o li por falta de tempo. Uma pena, porque sei que quanto o ler provavelmente me tornarei fã da escrita dessa autora e a seguirei até os confins da Terra, hahaha.
    Achei ótima a história desse livro. Pelo que entendi, ele não foi lançado por aqui ainda. :/ Espero que quando finalmente conseguir lê-lo, possa encontrá-lo traduzido nas livrarias.

    Beijos, linda!
    http://myqueenside.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Francine!
    Seguir até os confins da terra é uma ótima definição para o que eu fiz com a Collen Hoover! kkkk
    Leia que você vai amar com certeza! É impossível não gostar!
    Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós e será sempre respondido, volte para conferir!
Se possível, deixe o link de seu blog, adoramos conhecer espaços novos e retribuir a visita!