07 outubro 2014

{Resenha} Primavera Eterna - Paula Abreu

Paula Abreu
Nome do livro: Primavera Eterna
Autor(a): Paula Abreu
Editora: Arqueiro
Nº de Pág: 128
Classificação: 
Sinopse: Maia é uma jovem publicitária bem-sucedida. Tem um emprego estável, um namoro estável, uma vidinha estável. Até demais. Certo dia, tentando imaginar como seria sua vida no futuro, o casamento, os filhos, visualiza duas crianças loirinhas correndo... Loirinhas? Então ela se dá conta de onde vem aquela cor de cabelos: Diogo, o menino por quem se apaixonou à primeira vista aos 12 anos, numa cidadezinha do interior, onde costumava passar os fins de semana com a família. Acontece que ele se mudou para os Estados Unidos há mais de dez anos, e a essa altura da vida, já nem deve se lembrar mais dela.Mesmo assim, num impulso, Maia pede férias na agência, inventa uma viagem de trabalho como desculpa para o namorado e vai para Nova York, atrás do seu primeiro amor. Primavera Eterna é a história de uma jovem cheia de sonhos esquecidos, que ousa arriscar tudo o que tem e acaba encontrando a si mesma. 

Atenção! Este livro pode parecer fino e simples demais, alguns acharão até meio bobinho, então, abra sua mente, deposite nele sua fé e seja feliz (de verdade).

A história contada por Maia se passa em um único dia, ela decide reencontrar seu primeiro amor, aquele por quem ela passou a vida inteira adorando e sonhando. Durante sua espera por ele na Primeira Avenida em Nova York, Maia nos conta como foi que conheceu Diogo e como ele fez parte de sua vida mesmo estando ausente.

Eles se encontram e mesmo sem saber e indiretamente, Diogo responde a todas aquelas perguntas que Maia se fez durante anos, até mesmo aquelas que durante anos ficaram sem resposta. Uma história metafórica incrível que nos leva a uma viagem interior, que nos obriga a responder nossas próprias perguntas, aquelas que evitamos tanto fazer:
É o primeiro amor que nos move por toda a vida?Para que você precisa de tanto dinheiro?Você é feliz?Porque você não perseguiu seus sonhos de infância?
Com um pósfácio incrível Maria Helena Nóvoa aprofunda ainda mais a viagem, trazendo conceitos, metáforas e analogias novas para interpretar a vida de Maia e permitir que aplicamos às nossas vidas.

"Algumas respostas estão contidas nas perguntas." Pág 122

Fantástico da Apresentação ao Posfácio é o mínimo que posso dizer desse livro.

Essas perguntas são algumas das indagações que movem o livro, são o centro da discussão e da viagem que Maia faz, ela vai até NY para encontrar um garoto que permaneceu vivo em suas lembranças de um passado bom, mesmo após 13 anos.

Em algum momento de nossas vidas, precisamos fazer um balanço, olhar para tras para conseguir enxergar mais adiante. Estamos no caminho certo? Somos felizes com nossas escolhas? Ainda há tempo para consertar alguns desvios?

Por si só a história de Maia é reflexiva e me fiz inúmeras, mesmo, perguntas que alguns irão dizer: Ihhhhh ela está com crise existencial. Este livro me bagunçou toda, mas ao mesmo tempo me deu esperança. Estou no exato momento de curtir a leitura!

Precisei parar tudo e vir aqui, despejar um monte de sentimentos e emoções que ele me causou para não perder o calor da emoção, esse turbilhão que me deu um ânimo extra de perseguir um novo caminho que escolhi para minha vida.

Faço aqui uma confissão que jamais, jamais fiz, nem para minha melhor amiga: Sempre adorei minha profissão, mas nunca fui completamente feliz com ela, busquei compensar meus reais desejos com uma profissão que me desse status, que por si só impusesse respeito, que demonstrasse com poucas palavras o tipo de pessoa que eu era e desejava ser: inteligente e bem-sucedida. E agora, obrigada pela própria vida a procurar uma nova saída, não me sinto feliz ainda, mas aliviada por deixar esse peso para trás, de não precisar levar adiante uma profissão por obrigação e para não decepcionar ninguém. Estou aqui, confessando a vocês que estou disposta a ser feliz mesmo sem aprovações. E babies, é preciso ter muito colhão pra isso, porque você vai ser julgado e tachado exatamente por aqueles infelizes seres que não tem coragem ao menos para admitir isso. A vergonha não leva ninguém a lugar nenhum.

Paula usou a metáfora do amor, do primeiro amor para retratar muitas outras paixões, para nos mostrar que por amor a gente volta atras, e vamos em frente. Quanto tempo de nossas vidas gastamos imaginando como teria sido nossa vida se tivéssemos feito isso ou aquilo diferente? Pare de pensar, se der para fazer, vá e faça, não vive de suposições de "se"s. A vida é uma só galera, vamos buscar nossos sonhos adormecidos, nossos eus que ficaram escondidos e tolhidos por bom-sensos e críticas.
É a chama da paixão que move o mundo, nada, nada que você fizer em sua vida, sem paixão vai realmente te satisfazer. Mesmo as escolhas erradas devem ser movidas a paixão. Nesse mundo, só a morte é irreversível.

A história inteira é uma metáfora explodindo para ser interpretada, aplicada à nossa vida. Nada é permanente e a vida não vale a pena se não for pra ser feliz!

O medo nos engessa, nos estagna, nos aprisiona. Medo é falta de oxigênio no fogo da paixão, e fogo sem oxigênio é nada, é brasa que não faz calor suficiente para te manter vivo!

27 comentários:

  1. Chrys! Que resenha maravilhosa, transformadora eu diria! Posso sentir você vibrando e jogando nas teclas todo esse fogo, essa paixão, essa força que estavam precisando ser atiçados.
    Acho que preciso já desse livro. O poder de uma escrita feita com alma, que dispensa muitas páginas e enredo complicado. Que coloca na ponta da flecha o remédio certo para corações adormecidos, coragens preguiçosas.
    Adorei ler essa sua explosão. Me identifiquei muito. Falta para mim tb essa paixão pela profissão, esse arrebatamento, essa energia febril.

    Pausa aqui. Vem cá, quero abraçar você bem apertado e dizer que estou torcendo pelos seus novos caminhos. Que toda a proteção esteja com você. Com paixão não tem erro, amiga.

    Pausa dois: obrigada por esticar a força dessa leitura e fazer essa ponte até aqui. Mexeu comigo.

    Grande beijo. Se tem uma coisa que combina com uma leonina é esse rugido próprio, absoluto, poderoso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Manuh, minha amada!
      Eu precisei escrever durante, da forma que saia de mim e depois fui arrumando, porque meus dedinhos faiscavam sentimento, rs
      Paula colocou tudo na medida certa: metáforas, realidade, analogias, tudo! É uma história simples e curta com um impacto profundo.
      Porém, a avaliação dele não está boa no skoob e pretendo colocar minha resenha lá para apresentar uma nova maneira de ver o livro. Muita gente procura chick-lit, procura romance e o intuito não é esse, não é o entretenimento, é refletir, haja vista o encerramento filosófico da Maria Helena e o caminho de coaching que a autora tomou depois de um determinado momento em sua vida!
      Obrigada pela torcida, que sei com certeza absoluta ser verdadeira e também queria esse abraço!
      Fico muito contente que a resenha tenha mexido com você, espero de verdade que esse livro possa te fazer refletir e te dar coragem para mudar, nem que seja o sofá de lugar na sala, rsrsrsrsrsrs
      Um beijo enorme e um abraço apertado em você!
      Chrys

      Excluir
  2. Chrys lindona não me enganei com esse livro desde o lançamento quis muito ler e pela sua resenha acertei é um livro que nos faz pensar refletir sobre nossos escolhas e não nos acomodarmos com a situação. Sua resenha ficou contagiante e já vou comprar amei. beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joyceeeee querida!
      A história é simples, mas te dá uma sacudida legal! rs
      Compre, leia, adapte, mude, seja feliz!
      Beijos

      Excluir
  3. Para tudo!!! Que resenha amiga! Quero esse livro já! Todo mundo tem alguma parte da vida que está empurrando com a barriga e precisamos de um livro deste para dar uma chacoalhada, afinal só se vive uma vez e não há tempo a perder.
    E realmente o julgamento dos outros, principalmente os mais próximos, nos paralisa, mas caso ainda não tenha ficado claro o suficiente VOCÊ TEM MINHA APROVAÇÃO SEMPRE!!!!
    Um grande beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindaaaaaa,
      Até chorei hahahahahaha
      É muito bom saber disso, muito importante porque dá segurança.
      Sim, todos empurramos alguma coisa com a barriga, ou não saiu 100% como desejávamos. Umas coisas podemos voltar, outras, infelizmente são permanentes, mas enquanto estivermos vivos e com amigas como você, tudo pode dar certo!
      Beijosssssssssssssss

      Excluir
  4. eu fui acompanhando sua leitura via face, os trechos que vc postava me deixavam intrigada e cada vez que comentava do livro eu quicava de curiosidade!
    eu mesma ja estava curiosa e pelo visto preciso realmente dessa leitura!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Chrys, vou te contar uma coisa, a sua frase de atenção diz bem o que eu pensava do livro. Não que isso fosse um impedimento para que eu o lesse. Mas é engraçado quando vejo meus pensamentos tão bem descritos... Vou seguir sua dica sim, e pode deixar que sempre mantenho a mente aberta.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Oii,

    Quando eu vi o livro pela primeira vez eu não imaginava que ele seria assim. Gostei bastante da sua resenha e concordo com os pontos que você citou na resenha!
    Vou ler sim!!

    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  7. Parece ser um livro bom, a capa é incrível... Gostei muito da sua resenha e em especial da frase " Nada é permanente e a vida não vale a pena se não for pra ser feliz!" Você escreve muito bem.

    Abraço, www.likelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi,Chrys!

    Não conhecia o livro, mas depois desta resenha super sonhadora eu quero muito ler. A mudança é muito dificil e estamos sempre em busca de status e estarmos sempre bem, mas fazer o que gostamos é essencial.

    Beijos
    www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  9. Ai Chrys, para tudo.. não sei nem o que falar.. bom, quando vi o livro pela primeira vez, tive essa impressão, de ser um livro fino e bobinho, mas ainda assim quis ler.. depois de ler a sua resenha sei que vou ter um troço quando ler ele. Será um daqueles livros que a cada linha pararei meia hora para pensar e ficarei dias inteiros mergulhada em pura reflexão. Nós compartilhamos desse sentimento referente à carreira.. mas no meu caso vai além. Eu já fiz o que a personagem fez. Fui atrás de um grande amor para encerrar um ciclo e perguntar tudo que por anos fiquei ruminando.. e nossa, essa experiência foi catalisadora e extenuante ao mesmo tempo. Enfim, definitivamente preciso ler esse livro. Obrigada pela dica. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  10. Chrys, sua linda!
    Amei a resenha, o livro é justamente o que eu pensei que seria, vou procurar lê-lo com certeza! Também por circunstâncias da vida, aprendi que o menos é mais. A felicidade está dentro de você e não naquilo que as pessoas acham que você precisa ser, ter ou fazer. Continue alimentando esse fogo =)
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  11. É, Chrys, as pessoas julgam mesmo a gente, muita gente não tem capacidade de entender quem deixa um caminho de lado para seguir outro que traga mais felicidade. Já fiz isso e sei como é, como muitas pessoas, principalmente as que nem têm uma ligação tão próxima com você, se sentem incomodadas e vêm te questionar, quase tirando satisfação mesmo pelo que você escolheu. Sempre digo que o medo é a pior coisa do mundo, algo que a gente deve evitar a todo custo. E também acho que as escolhas devem ser movidas pela paixão. Já queria muito ler o livro, depois das reflexões que ele te trouxe quero ainda mais!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  12. Olá

    Primeiramente, parabéns pela resenha incrível e apaixonante. Não conhecia o livro e provavelmente não leria pelo numero de páginas e pela sinopse, mas sua resenha mostrou que em poucas páginas é possível sim tocar corações e contar uma boa estória. Tenho até receio de ler algo tão devastador e perturbador.
    Abraços

    estantejovem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Olá

    Eu não me interessei pelo livro, mas eu adorei esses questionamentos que a autora faz com o leitor durante a leitura. Acho que acertou em cheio agora em ser feliz fazendo o que quer e o que gosta. Eu sempre parti desse pressuposto e não faço coisas que não me agradam, até porque não quero perder tempo. Parabéns pela resenha e acredito que se fizessem um filme sobre o livro eu certamente assistiria.

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  14. Oi, Chrys
    Desde que vi o lançamento fiquei com aquela vontade de ler o livro. E tudo que você mencionou me deixou muito interessado. Essa retomada ao passado, o amor, a necessidade de viver plenamente feliz nem que isto necessite uma reviravolta em sua vida. Tenho certeza que o livro te marcou tanto justamente pela identificação com a trama e por essa confissão sua. Sim, você é corajosa demais para reconhecer que será julgada e mesmo assim se sentir na necessidade de rever algumas decisões. Estou vivendo essa fase hoje de escolher uma profissão. Tenho uma dúvida entre duas profissões e meu medo é escolher uma e me tornar alguém infeliz e pensativo no " E SE ". E se eu tivesse escolhido a outra profissão? Teria sido feliz?
    Medos e incertezas me dominam agora e espero fazer a escolha certa. No mais, quero lhe desejar sucesso nessa nova retomada de valores e força, garra e fé! Não quero que meu comentário pareça autoajuda! Quero só expressar o quanto foi marcado pelo livro e pela confissão!

    Ameei a resenha :D

    Abraço
    Adriano
    GeraçãoLeitura.com || http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá Chrys, tudo bem???

    Fiquei impressionada com a sua resenha menina... super bem colocada, com palavras fortes e intensas... o livro realmente mexeu com você... eu gosto de ver esse tipo de sentimento nas resenhas, parece que dá para sentir na pele o que vocês quis transpor para nós leitores... Talvez eu não leia o livro, mas acredito que que tudo o que você disse fez um real sentido pra mim... que sou muito de pensar e não fazer e depois me remoer com o se... claro que venho tentando mudar isso já faz um tempo e tenho melhorado... mas tenha certeza que a mensagem que você quis passar aqui chegou até a mim viu... Parabéns... Xero!!!

    ResponderExcluir
  16. Oi, Chrys!
    Juro que não daria nada por esse livro vendo a capa u.u
    Mas depois dessa incrível, linda, apaixonante e instigante resenha, fica impossível não deseja-lo. Não conhecia o livro, mas já estou correndo ali no Skoob para adiciona-lo a minha lista de desejados.

    E quantas vezes não vivemos de "se"? Quantas vezes não tomamos decisões que muitas das vezes não é o que desejamos, mas tomamos por ser mais conveniente?
    Amei tudo o que você disse.
    Arrasou, e espero que quando eu ler Primavera Eterna goste tanto quanto você.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Oi Chrys. Nossa. Sua resenha ficou incrível, confesso que quando vi os lançamentos não me interessei nesse livro.. Mas depois de sua resenha percebi que me enganei. Gosto de livros assim, que mostre ao leitor conceitos importantes, que faca reavaliar seus conceitos de vida, sobre o que deseja seguir. O importante é fazer algo que gosta, não importando qual a recompensa.. Eu ao longo dos anos eu também aprendi. Mas como dizem.. Nós aprendemos com nossos erros. Parabéns flor pela resenha. Ficou maravilhosa. Mesmo.

    Beijos
    Leitora sempre

    ResponderExcluir
  18. Oi Chrys, tudo bem???
    Nossa, que resenha apaixonada e cheia de inspiração. Achei você muito corajosa por querer mudar, sim o medo é o grande vilão de nossas vidas. Sua frase final está linda, adorei!!!!!
    Conheço tantas histórias, a maioria de frustrações na profissão. Vou lhe dizer uma coisa que aprendi em um curso que estou fazendo: o primeiro passo é descobrir o que você quer. Depois, coloque em um papel como e quando você vai conseguir alcançar seu objetivo, crie metas, torne possível seu sonho. Se estar em um emprego que não gosta faz parte do "como", tudo bem, é apenas um passo necessário. Agora, nunca, mas nunca mesmo, aceite fazer qualquer coisa que a deixe infeliz!!!!
    Eu li algumas resenhas um tanto negativas do livro, a sua é a primeira que elogia tanto.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Se antes eu já desejava o livro pela sinopse e pela capa, agora eu quero pra já. É muito bom quando a gente se identifica tanto com um livro que nos leva a refletir e tirar grandes lições. Provavelmente a autora nem imaginou que fosse conseguir atingir um leitor a esse ponto, e isso é fantástico!
    Quanto à sua confissão, você está mais do que certa. Nossa profissão é escolhida num período de juventude, quando ainda não temos muita noção do que queremos e do futuro que nos espera. Melhor assumir uma mudança de 180º e buscar ser feliz do que passar a vida inteira correndo atrás de algo que não traz satisfação. Muito sucesso a você em qualquer caminho que escolher percorrer.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  20. Ual, que resenha foi essa? Senti tantos sentimentos pelas suas palavras, o livro deve ter te tocado mesmo e eu entendi o motivo, eu não daria nada por esse livro, ele não parece trazer tantos questionamentos assim, mas traz, não é? Só de ler sua resenha fiquei me perguntando várias coisas e tentando tomar coragem para fazer algumas, mas tem sempre algo que faz a gente ter um pouquinho de medo, por essa razão eu te parabenizo por ter mudado de caminho e agora estar buscando fazer algo que te deixe feliz, desejo quer obtenha sucesso nisso e seja recompensada de várias modos oo/ Enfim, vou marcar essa dica aqui, pois esse livro parece ser incrível *o*

    Beijos :*
    Larissa - http://srtabookaholic.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Oi Chris,

    Meu Deus, você se apaixonou e amou realmente esse livro viu, nunca vi alguém escrever uma resenha tão sincera e cheia de sentimentos como a sua, ás vezes eu até tento, mas nunca consigo passar tudo o que eu acho do livro, tenho prolemas com livros finos, pois fico imaginando se vai valer mesmo a pena ler o livro, e se eu gostar e não tiver continuação, e se eu não gostar o que vou fazer? São essas indagações que surgem na minha cabeça e livros com metáforas são tão fofos, e esse livro tem uma capa tão linda, já de cara quero ele.

    Mayla

    ResponderExcluir
  22. Olá Chrys,
    a leitura quando nos pega de jeito, faz realmente a gente parar e pensar. E algumas vezes ate tomar certas atitudes. Livros deste porte são os que nos deixam instigada a procurar por mais e querer mais leituras e assim possamos voltar a reviver os sentimentos.
    Realmente, quando vi o lançamento deste livro não daria nada pela historia, ate por que a sinopse nos mostra um historia de amor clichê, mas ao ler sua resenha e ver o quanto ela mexeu com você, senti vontade imensa de lê-lo.
    Eu quero muito conhecer esta historia, onde a autora nos mostra de como o amor pode tudo, pode nos fazer bem e conquistar coisas, que ate mesmo possa parecer impossível.
    Chrys eu concordo com você a vergonha de admitir é o que leva muitos a não conquistar sua felicidade. E nunca devemos sentir isso, e sim nos libertar.
    Parabéns por esta resenha incrível.

    Beijokas Ana Zuky

    ResponderExcluir
  23. Olá, Chrys!

    Já li diversas resenhas positivas acerca da obra, mas infelizmente não tive a oportunidade de realizar a leitura dela. Adoro livros que possuem metáfora e tenho quase certeza que irei gostar desse. Espero poder adquirir logo meu exemplar para poder comentar melhor com você, haha!

    Até logo,
    Sérgio H.

    www.decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Que resenha maravilhosa!
    Sério, enquanto eu lia ela eu ficava pensando na minha vida e nas minhas escolhas. Resolvi seguir a mesma carreira que tu e confesso que estou passando por muitas indagações, é tudo tão complicado, hehe.
    Mas enfim, te desejo muito sucesso e felicidade no caminho que escolheres.
    Quanto a mim, preciso desse livro em todos os sentidos da minha vida hehehe.

    Um beijão ^^
    Lara - Magia Literária

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós e será sempre respondido, volte para conferir!
Se possível, deixe o link de seu blog, adoramos conhecer espaços novos e retribuir a visita!