15 outubro 2014

{Resenha} Por toda a Eternidade - Kristin Hannah

kristin hannah
Nome do livro: Por toda a eternidade (Firefly Lane #2)
Autor(a): Kristin Hannah
Editora: Novo Conceito
Nº de Pág: 400
Classificação:   
Sinopse: Tully Hart é uma mulher ambiciosa, movida por grandes sonhos que, na verdade, escondem as lembranças de um passado de abandono e dor. Ela acredita que pode superar qualquer coisa ao esconder bem fundo os sentimentos de rejeição que carrega desde a infância... Até que sua melhor amiga, Kate Ryan, morre. Então, tudo começa a mudar para Tully, que se vê escorregando em um precipício cheio de memórias melancólicas e remédios para dormir... Dorothy Hart — ou Cloud, como era conhecida nos anos 1970 — está no centro do trágico passado de Tully. Ela abandonou a filha repetidas vezes na infância. Até que as duas se separaram de uma vez por todas. Aos dezesseis anos, Marah Ryan ficou devastada pela morte da mãe, Kate. Embora seu pai e seus irmãos se esforcem para manter a família unida, Marah transformou-se numa adolescente rebelde e inacessível em sua dor. Tully tenta aproximar-se de Marah, mas sua incapacidade para lidar com os sentimentos da afilhada acaba empurrando a menina para um relacionamento infeliz com um rapaz problemático. A vida dessas mulheres está intimamente ligada, e a maneira como elas vão rever seus erros e acertos constrói um romance comovente sobre o amor, a maternidade, as perdas e o novo começo. Onde há amor, há perdão...
Antes de mais nada é preciso dizer que para compreender e aproveitar por completo "Por toda a Eternidade" é preciso ler antes "Amigas para sempre" da mesma autora, pois trata-se de sequência, embora a autora dê uma boa retomada dos acontecimentos prévios ao livro, os relacionamentos todos começam em "Amigas para Sempre" e para entender a profundidade deles é essencial a leitura na sequência.

Depois de perder Kate para o câncer Tully, Johnny e Marah tentam encontrar uma maneira de seguir em frente, mas Kate era toda a família que Tully conhecia e o pilar dos Ryanns, família que ela formara com Johnny. A ausência dela parecia ainda mais evidente quando eles estavam juntos e a simples convivência entre eles se tornou dolorosa demais, então o impensável acontece e contrariando todas as recomendações de Kate eles se separam. 

Sem a esposa Johnny perde o chão, imerso em sua dor não consegue entender e ajudar a amenizar a dor da filha Marah, e na tentativa falha de reestruturar sua família também afasta Tully de suas vidas. Marah é uma adolescente rebelde, como todos os adolescente são, mas a morte da mãe, a culpa de ter sido uma filha muito difícil para Kate e a omissão do pai a fazem cair em um quadro depressivo/destrutivo que culmina em sua fuga.

Após a morte de sua melhor amiga, Tully tenta retomar sua carreira na TV, mas a sua saída abrupta para cuidar de Kate a queimou para a mídia de forma irreparável. Sozinha, sem o trabalho que sempre foi a razão de sua existência e culpada pela fuga de Marah, Tully se afunda na depressão, nos remédios e no álcool e acaba sofrendo um grave acidente de carro. Durante o coma decorrente do acidente, Tully conversa com Kate, repassa passagens da vida das duas e principalmente divide com a amiga os momentos ruins que se passaram após a morte de Kate.

Com o acidente de Tully sua mãe Dorothy (Cloud/Nuvem), que foi viciada e ausente por toda a vida de Tully, enxerga uma segunda oportunidade de ser mãe e dedica todas suas forças para cuidar de sua filha, sempre com o apoio da mãe de Kate e dos Ryanns.

O livro é muito bem escrito, a narrativa intercala o ponto de vista dos personagens principais de forma que o leitor tem um panorama bem completo dos dramas de cada um sem perder a linearidade da história, e é sem dúvidas extremamente emocionante.

É claro que é muito triste já que o assunto principal é a perda de um ente querido, como a dor é sentida e vivida de formas diferentes por cada pessoa e como as coisas podem ser piores quando não cuidamos dos que estão próximos, mas também é uma história sobre resignação, cura e recomeço.

Resignação para um pai, que a duras penas compreende que deve superar a sua própria dor para ajudar os filhos. Cura para uma filha que perdeu a mãe muito cedo e aprende a reencontrá-la nas suas lembranças e a compartilhar com o pai suas aflições. Recomeço para uma mulher que perdeu tudo, mas tem a oportunidade de se reconciliar com seu passado e aceitar o seu futuro. E para todos perceberem que Kate continua em tudo e todos, eles só precisam aceitar a sua partida.

Mas principalmente uma segunda chance para Dorothy, que no primeiro livro somente foi apresentada como a mãe viciada que abandonou a filha para viver uma vida errante, que sempre conseguia magoar a filha ainda mais, neste segundo livro ela teve a oportunidade de contar suas razões para ter seguido tal caminho, e acreditem é de partir o coração. Mesmo sem esperança de ser perdoada Dorothy agarra a oportunidade de ajudar a filha, de ser sua mãe de verdade mesmo após 50 anos, o que reforça a máxima: nunca é tarde para recomeçar!

Uma grata surpresa foi a presença de Kate no livro, sim ela conversa com Tully durante o coma e comenta não só o passado mas os acontecimentos presentes que ela assiste de seu plano espiritual. Independe da crença em vida após a morte ou não, a contribuição dela no livro foi muito significativa, pois sempre nos pegamos pensando o que será que a pessoa que faleceu diria sobre o que está acontecendo, e ela pode dizer muitas coisas à Tully. Não se preocupem não é um livro espiritual, são apenas algumas intervenções que contribuíram para deixar o livro ainda mais tocante.

É um livro lindo, muito humano e emocionante, não tenho palavras para definir esse misto de compaixão e esperança que senti ao ler. Simplesmente amei Amigas para sempre e Por toda a eternidade me surpreendeu, pois nunca pensaria em tal desfecho para esta história.

Leiam, essa série tem muito a acrescentar às pessoas como seres humanos.

24 comentários:

  1. ai flor sou tão doida para ler esse livro, pena que como não tenho amigas para sempre ainda não li por medo de me perder na trama
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thaila! Vale a pena o esforço de esperar e ler Amigas para sempre primeiro, a compreensão que terá dos personagens será muito mais profunda. Sem contar que amigas para sempre é simplesmente perfeito!

      Excluir
  2. Oi, Marina!
    Sou suspeita para falar de Kristin Hannah, mas não tem como não elogiar. Seus livros são emocionantes e sempre trazem lições muito importantes sobre a vida. Minha última resenha foi desse livro, e concordo quando você diz que é melhor ler Amigas para Sempre primeiro. Já leu mais livros da autora? Quero ler todos os publicados, sério. ♥

    Clara
    @clarabsantos
    clarabeatrizsantos.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Clara! Também amei essa autora, a escrita, as tramas, ela é demais mesmo. Só li Amigas para sempre e Por toda a eternidade mas vou buscar mais livros dela com certeza!

      Excluir
  3. Marina, querida, vc extraiu o melhor do livro nessa resenha. Revivi a dor dessa leitura através das suas palavras tão bem colocadas.
    Li os dois em sequência, então fiquei completamente imersa na vida dessas pessoas. Senti o drama das amigas e depois a dor da separação. E como aqui o drama é intenso, com momentos tão profundos, outros bem deprimentes! Não é leitura para apreciadores de ação ou reviravoltas. É um livro para quem quer se aprofundar nas dores humanas, nos sentimentos verdadeiros de perdão, compaixão, tolerância. São muitas lições.
    Amei esta duologia.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Obrigada Manu! Sábias palavras, é realmente um livro sobre as dores humanas com inúmeras lições de vida!
    Um Beijo!

    ResponderExcluir
  5. Oi Marina.
    Eu não tenho Amigas para Sempre, o que só faz com a leitura de Por toda eternidade seja adiada, mas o que contribui e ajuda pra que eu não me me esforce em ler é por causa do assunto perda. Sei que é triste, viu ficar depressiva, vou chorar, enfim, é assunto que faz parte, mas já é tão difícil na realidade que prefiro não enfrentar a situação também na ficção.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  6. Oi, Marina!

    Eu não tenho Amigas Para Sempre, mas já tenho Por Toda a Eternidade. Sou daqueles que não gosta de ler um livro sabendo que existe outro que conta a história antes dele... me entende? Li sua resenha e fiquei com muita vontade de ler, de verdade! Mas vou ter que esperar comprar/ler Amigas Para Sempre para então poder me maravilhar na escrita de Kristin Hannah!

    Até logo,
    Sérgio H.

    www.decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi, Marina.

    Não conhecia esse livro e nem o primeiro, mas com essa tema não me interessei pela leitura. Não sou muito fã de livros "triste" e quando vou ler algum é porque algo me chamou a atenção e não foi caso.

    Blog:
    Cantar Em Verso . Fbook Cantar em Verso
    Pessoal:
    Fbook . silvianecasemiro@gmail.com

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Eu ainda não li o livro, porque não tenho (e não li) "Amigas para Sempre". Na verdade, me arrependo até de ter lido a sinopse desse livro logo que lançaram, pois é carregada de spoiler do livro anterior, né?!
    Confesso que comecei a ler sua resenha, mas logo na primeira frase me deparei com um spoiler do livro anterior e, mesmo que a sinopse em si colabore para isso, não quero estragar a surpresa. Por isso fiz uma leitura documental da sua resenha... li alguma spartes, pulei outras...
    Eu nem fiquei surpresa com o fato de você ter dado cinco estrelas e favoritado o livro, pois já li outros dois livros da autora e só tenho uma coisa a dizer sobre isso: Kristin Hannah é DIVA! Ela é capaz de colocar no papel o que achamos impossível. Ela entende (e descreve) os sentimentos humanos de uma forma tão precisa, tão profunda que chega a chocar, né?!
    Estou louca para ler esse livro.

    Beijos,
    Amanda
    http://minhasconfissoesfemininas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Ola Marina gostei da premissa do livro e mostrar essa dor da perda e suas consequências sera emocionante para o leitor . Dores humanas quem não se modifica após elas ? Já entrando em minha lista. beijos

    Joyce
    www;livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  10. Olá

    Eu geralmente dispenso livros tristes e se esse ainda tem que ser lido só depois de um primeiro volume, me desinteresso. Eu até tinha achado a trama interessante, mas algumas coisas me incomodam e fazem eu não querer ler. Mesmo tendo te tocado bastante a ponto de favorita-lo, acho que essa leitura não é pra mim.

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  11. Oi, Marina
    Não li nada da autora e não sabia que este volume era continuação. Não li o primeiro volume e não conheço bem o enredo, mas gosto dessas tramas que os amigos e familiares devem juntar os cacos e seguir em frente após perder algum ente querido!
    Adorei o fato de que a narração é intercalada entre os personagens e fiquei bem curioso com o andamento dessa trama e o quanto ela nos acrescenta como seres humanos.
    Adorei a resenha ( :

    Abraço
    Adriano
    GeraçãoLeitura.com || http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Marina eu tenho um livro da autora aqui em casa que prometia ser mega emocionante, mas do qual eu não consegui sai dos primeiros capítulos. Achei a escrita mega lenta.. Mas são tantos elogios que eu fico até me sentindo um ET hahaha
    Livros que envolvem dramas familiares sempre me comovem. preciso superar essa má impressão e me jogar em outro livro da autora.

    Beeijinho. Dreeh
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  13. Oi Marina. Estou louca para conhecer a escrita dessa autora, só leio comentários positivos. Ainda não li Amigas para sempre e acabei pegando o spoiler ao ler a sinopse de Por toda eternidade bem quando esse segundo livro foi lançado. Antes não sabia que era continuação.. Mas mesmo com isso eu tenho vontade de conhecer esta história.

    Beijos
    Leitora sempre

    ResponderExcluir
  14. Leio maravilhas a respeito dos livros da autora, ainda não tive oportunidade de ler nenhum livro dela, mas diante de tantos elogios, estou mais que ansiosa para conhecer a escrita da Kristin.
    Não conheço o primeiro livro, e por isso fiquei um pouco perdida, mas adorei sua resenha, e com certeza o livro entrou para a lista de desejados (na verdade os dois livros rrsrs), amo livros emocionantes, que nos envolvem.

    Parabéns pela resenha, está maravilhosa!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Estou atrasada, não li nem o amigas para sempre ainda, mas adoro a Kristin Hannah e pretendo ler os dois! Que bom que o desfecho da história te surpreendeu mas te agradou, é animador saber disso. Achei lindo o livro te fazer sentir esse misto de compaixão e esperança, tenho certeza de que é mesmo emocionante.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  16. Oie!
    Nunca li nada da autora, mas todo mundo fala super bem que estou começando a ficar com vontade de conhecer sua escrita! Achei meio bléh os livros serem lançados por editoras diferentes, só deixou os leitores confusos...
    Gostei do tema proposto, sou muito emotiva e adoro um bom drama, então acho que iria me acabar em lágrimas com essa história. Tudo que é relacionado a perdas me entes queridos me deixa hiper sensível... Acho que seria uma experiência mto legal para mim ler essa obra, principalmente porque percebi que existe certa união entre os personagens em busca de um recomeço...

    Beijos,
    Cássia
    www.procurei-em-sonhos.com

    ResponderExcluir
  17. Olá

    Não é o meu tipo de livro, mas acabei gostando da proposta. Parece ser uma leitura envolvente e emocionante, levando o leitor a um turbilhão de sentimentos. Além de ser uma estória densa e plausível. Enfim, adorei a resenha.
    Abraços

    estantejovem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oi Marina, tudo bem?
    Você me emocionou com o desfecho da sua resenha: um livro sobre resignação, cura, recomeço e segunda chance!! Parece ser uma linda história, triste como falou acho que iria chorar o livro todo!!!! Todo mundo elogia essa autora, tenho muita vontade de ler seus livros.
    Livro na lista de desejos com certeza. Adorei a resenha!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Eu li a sinopse e fiquei meio boiando, talvez por ser uma continuação. Mas é uma baita sacanagem cada livro sair por uma editora e a NC não avisar que é um livro 2. Ah, vá catar coquinho!!!
    Eu tenho vontade de ler Amigas para Sempre primeiro porque a Chrys disse que chorou. rs! E depois esse, mas sem nenhuma pressa.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  20. Eu nunca li nada dessa autora, mas quando vi esse livro pela primeira vez algo me fez querer ler ele na hora, querer ter ele comigo e conhecer a história, que só pelo título e capa eu imaginei ser incrível, dai eu tive a sorte de ganhar o livro, mas acabei adiando a leitura por não ter o amigas para sempre, pois como se trata de uma sequência, seria muito chato ler o segundo antes do primeiro, então eu decidi esperar, ai adivinha? Eu ganhei o Amigas Para Sempre kkkk Só que acabei deixando ambos os livros para depois, por causa das parcerias do meu blog e também porque quero ler esses livros com toda a calma do mundo para absorver toda a história *-*

    Beijos :*
    Larissa - http://srtabookaholic.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. Oi, Mari, tudo bem?

    Tenho uma amiga que é super fã dessa autora e me fez comprar Jardim de Inverno. Ainda não tive a oportunidade de ler o livro, mas ela fala tão bem da autora, que estou com uma super expectativa. Adorei a sua resenha. Espero que eu me emocione com os livros da Kristen tanto quanto vc

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  22. Se a Kristin escreveu, tenho quase certeza que deve ser bom.
    Tá, nunca li nada dela por completo, mas tive a oportunidade me deliciar pela metade de "Jardim de Inverno".
    Já leu?

    Beijooos!
    Vivendo em Livros

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós e será sempre respondido, volte para conferir!
Se possível, deixe o link de seu blog, adoramos conhecer espaços novos e retribuir a visita!