30 março 2014

[Resenha] Sem Clima para o Amor - Rachel Gibson

Título: Sem Clima para o Amor
Autor(a): Rachel Gibson
Editora: Geração / Jardim dos Livros
Gênero: Romance
Sinopse: Clare Wingate, uma jovem e atraente escritora sofre por ter sido traída pelo noivo (com o técnico da máquina de lavar roupa!) e o que mais queria era ficar em casa curtindo sua tristeza. No entanto, durante o casamento de sua melhor amiga, reencontra Sebastian, uma paixão de infância, que se tornou um jornalista famoso e sexy. Ele a quer para si de qualquer forma, mas Clare só quer curtir sua dor. Começa aqui uma história divertida e cheia de surpresas, que conquistou milhões de leitores em vários países e levou o livro para o topo da lista dos mais vendidos.
Como uma típica leitora que é atraída por capas, sou fã de Rachel Gibson sem nem abrir o livro. Desde que vi Louca por Você (que ainda não tive oportunidade de ler) rolando pela minha TL, fiquei encantada. Aí veio Simplesmente Irresistível e agora esse. Nem preciso dizer que corri pra pedir, né?
Clare Wingate acaba de flagrar seu noivo no maior pegapacapá em seu closet. Mas o que tava ruim ainda podia piorar: era com um homem, o técnico da máquina de lavar roupas. Imagina a situação? Claro que <clichê>ela ficou desnorteada, resolveu afogar as mágoas na bebida e encontrou um moreno alto, bonito e sensual pra ser a solução dos seus problemas.</clichê> Só que essa solução transformou-se num problema maior ainda: Sebastian é conhecido de infância, filho do caseiro dos Wingate.

Há 20 anos, na última vez que se viram, ela era ingênua demais, sempre caía na lábia dele e perdia as apostas. Pois bem, ela cresceu, virou escritora de romances hot de sucesso, mas sua vida pessoal anda mal tanto no romance quanto no hot. Já ele se tornou um jornalista famoso, daqueles que viajam o mundo atrás de boas e difíceis notícias. E o reencontro foi logo explosivo, passando a noite juntos num quarto de hotel. Sebastian não consegue tirar Clare da cabeça, mas ela ficou traumatizada com o fracasso de seus relacionamentos anteriores e não quer se envolver. Pronto, está delineado o livro.

Primeiro ponto positivo: personagens mais maduros, diferente do que estamos acostumados a ler por aí. Ambos estão na casa dos 30, com uma carreira estruturada, com uma experiência considerável em relacionamentos. Gosto dessa coisa de não ter briguinhas à toa entre a menina de 17 anos e o garoto de 19.

Em contrapartida, o livro enrola muito a começar o romance - talvez até por essa maturidade e, consequentemente, receio de uma nova decepção amorosa. Passamos muito tempo só conhecendo Clare e Sebastian - suas histórias, seus medos, suas expectativas - e torcendo para que eles desencantem. E, quando o treco começa a ficar bom, o livro acaba. 

Além do romance, tem outras questões compondo o enredo, e a principal delas é a relação delicada de Sebastian e seu pai Leo (pausa: no início eu lia Leo como filho e Sebastian como pai; não parece que os nomes estão invertidos? rs). É muito legal acompanhar essa reaproximação e tentativa de reconstrução de laços. Há uma história complexa, que envolve separação, morte da mãe e sentimento de abandono (pra quem ainda não sabe, histórias que envolvem paternidade mexem muito comigo).

Já falei dessa lindeza que é a capa (mantiveram a original). Eu me amarro nessa coisa de dar um caminho, mas deixar sem o rosto para você criar a fisionomia da sua personagem, o que é um padrão dos livros da Gibson publicados aqui no Brasil. E nesse livro é ainda mais legal porque tem a cena do vestido rosa com a sandália esquecida. 
Nada demais na diagramação. E depois de pegar uns livros com a revisão boa, mas cagada por bobeiras (linhas sem espaço, erros surreais, números no meio da palavra), eis que leio um livro digno de ser chamado de bom no quesito revisão. Parabéns, Geração. É só não dar esses vacilos que a coisa flui legal, seus revisores são bons.

Ah! Esse livro é parte da série Writer Friends (Amigas Escritoras). Fui pesquisar um pouco pra falar pra vocês e descobri um post ótimo! Na verdade, esse é o segundo livro, o que faz todo o sentido, pois começa com o casamento de Lucy.

As quatro amigas são escritoras, cada uma de um gênero diferente. Lucy escreve suspenses; Clare, romance; Maddie, policial; e Adele, fantasia. E cada livro da série tem uma amiga como protagonista, com a narativa no mesmo gênero que a autora escreve.

Descobri que a Jardim dos Livros lançou o livro 3, Sempre ao Seu Lado, mas não o encontrei no site da Geração. Vou perguntar a eles e, caso souber de alguma novidade, volto aqui pra contar pra vocês.
Se você se interessar e souber inglês, procure a série toda pra ler e me conta se os outros são bons.

Como uma fã de romances, indico não só esse, mas também os outros livros da Rachel Gibson. Se você também gosta, pode se jogar sem medo.

Um beijo e me contem o que acharam e esperam desse livro!



11 comentários:

  1. ja li tanta coisa boa sobre a Gibson, mas ainda não li. Fico decepcionada comigo mesma, pois é uma autora que me atrai bastante
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oie flor!!!
    Estou com vontade de ler um livro da Gibson e fiquei super interessada por esse, eu também sou super fã de capas e leio livros mais pelas capas chamativas do que a sinopse, heheheheh. Gostei do fato dessa capa não mostrar o rosto da mulher, é mais bacana a gente poder imaginar do jeito nosso, rsrsrsr. Um fato interessante é os personagens serem mais maduros, é muito bom porque aquelas briguinhas adolescente são irritantes mesmo. O livro parece ter uma premissa bem clichê, mas pelo jeito a Gibson conseguiu atrair o leitor e cativá-lo!!!! Sua resenha ficou muito boa!!

    Beijos!

    Meu Diário

    ResponderExcluir
  3. Oie flor!!!
    Estou com vontade de ler um livro da Gibson e fiquei super interessada por esse, eu também sou super fã de capas e leio livros mais pelas capas chamativas do que a sinopse, heheheheh. Gostei do fato dessa capa não mostrar o rosto da mulher, é mais bacana a gente poder imaginar do jeito nosso, rsrsrsr. Um fato interessante é os personagens serem mais maduros, é muito bom porque aquelas briguinhas adolescente são irritantes mesmo. O livro parece ter uma premissa bem clichê, mas pelo jeito a Gibson conseguiu atrair o leitor e cativá-lo!!!! Sua resenha ficou muito boa!!

    Beijos!

    Meu Diário

    ResponderExcluir
  4. Estou doida pelo livro. Concordo que livros com personagens mais maduros são mais interessantes, não tenho muita paciência para relacionamentos adolescentes (apesar de que algumas histórias são tão bem escritas, que isso se torna só um detalhe).
    Não acho que o romance demorar para começar seja uma coisa tão ruim assim. E também acho muito bacana ter mais do que um romance, como a relação familiar e tal.
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Nunca li nenhum livro da autora e tenho vontade de ler. ótima postagem ;)
    Bjs
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/2014/03/livro-quero-ser-beth-levitt.html

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia o livro,gostei da temática da história também prefiro personagens maduros acho que envolve mais claro que a depender da história coloquei na minha lista de tenho que ler,rsrs!
    beijinsss!

    ResponderExcluir
  7. Já li muitas resenhas deste livro e achei muito interessante, a traição é bem polêmica e gostaria de saber como a personagem lida com isso...
    Adorei o reencontro com o amigo de infância. Senti como se fosse a sua salvação e a dele tb, né?
    Achei alguns pontos um tanto clichês, mas curti e quero ler.
    Bjks

    ResponderExcluir
  8. Infelizmente ainda não conheço o trabalho da autora, mas este livro tem me chamado muito atenção por conta das várias resenhas positivas que tenho lido.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  9. Nunca li e sinceramente não havia nenhum interesse de minha parte, daí leio essa sua resenha e adorei, estou muito afim, de ver no que dá essa leitura. Achei a capa linda e concordo em muito com você que as capas sem rosto dão mais credibilidade aos livros e deixam eles mais gostosos

    ResponderExcluir
  10. Oi Giulia, adorei o livro mas tive mega dificuldade no início de senti-lo engrenar.. em compensação, depois fluiu tudo que foi uma beleza.. kkkk Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  11. Giulia, suas resenhas são muito boas! Não falando da parte da
    resenha em si, (que é boa também, é claro) gosto da parte que sai do sério para interagir com quem está lendo! Muito legal isso! Agora voltando para a resenha, parece ser uma narrativa gostosa, um romance não muito meloso, talvez, quando minhas prioridades diminuirem, eu leia!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós e será sempre respondido, volte para conferir!
Se possível, deixe o link de seu blog, adoramos conhecer espaços novos e retribuir a visita!