27 fevereiro 2014

[Resenha] Dias Melhores Virão - Jennifer Weiner

Título: Dias Melhores Virão 
Autor(a): Jennifer Weiner 
Editora: Novo Conceito
Nº de páginas: 400
Gênero: Romance
Sinopse: Quando Ruth Saunders recebeu o telefonema de uma rede de televisão dizendo que sua série original seria levada ao ar, ela quase não acreditou. Embora tivesse passado a vida escrevendo, não pensava seriamente que seu roteiro (autobiográfico!) sobre uma mulher jovem, com excesso de peso, que vivia com a avó, e que decidira se mudar para Miami para fazer fortuna, pudesse ser realmente interessante para alguém. Tudo o que ela queria era ver sua série entre os comentários do público e das revistas especializadas, mas Ruth foi acordada bem depressa de seu sonho... Atores de cabeça vazia e ego inflado, e burocratas da emissora transformaram seu roteiro para atender a múltiplos interesses...

Ruth vive com a avó desde que seus pais morreram em um desastre de carro, acidente esse que a deixou com imensas cicatrizes emocionais e físicas. Enquanto se recuperava das cirurgias reparadoras, assistir a séries de TV foi a maneira como ela e a avó encontraram alívio e força para aguentar o doloroso processo. 

Agora Ruth quer conquistar Los Angeles como roteiristas de sitcom....

Porém, as esperanças de Ruth em mostrar uma história estritamente baseada em fatos reais são sistematicamente frustradas, os acionistas da rede insistem em uma revisão sem sentido, sua personagem principal, uma mulher cheia de curvas, passa a ser quase anoréxica, e a avó, Nana, de mulher madura e sofisticada passa a uma ninfomaníaca da terceira idade.

Como driblar as dificuldades e vencer em um mundo competitivo tal qual o da televisão, onde ser um rosto bonito conta muito? será que apenas com o talento Ruth conseguirá vencer como roteirista?



Confesso!!! Escolhi o livro pelo título e pela capa, são lindos de viver. Comecei a leitura sem muita pretensão e ganhei de presente várias risadas

A história é meio morna, conta a trajetória de Ruth e vai intercalando com as lembranças dela de pequena, desde que sofreu o acidente no qual perdeu os pais, até quando recebe a notícia de que um dos seus roteiros teve o piloto aprovado para um teste em uma grande rede de televisão. 

A partir daí, ela passa a esmiuçar os bastidores da televisão, como são de fato criadas as séries, o jogo de intrigas, e principalmente que, nem sempre o que o escrito planejou é aquilo que vai ao ar. Isso é devido a inúmeros interesses, desde patrocinadores a gosto pessoal de diretor. Enfim, mostra uma luta diária de uma menina, se tornando mulher, que não aceita 100% ser como ela é

Em alguns momentos do livro ela quer demonstrar estar bem decidida com as cicatrizes que deixaram marcas profundas em seu rosto e corpo, mas no fundo ela nunca lidou bem com isso e ela recorre ao humor para tirar o foco de si mesmo. 

A Ruth não chegou a me ganhar de fato como protagonista, sei lá, alguma coisa nela não me fez cair de amores; sim ela é divertida, inteligente, soube se sair bem de inúmeras situações, mas não sei ...... acho que as personagens foram pouco exploradas, a história em si girou alí naquele mundinho, sem nada novo a acrescentar, alguns diálogos meio que forçados, outras pontas soltas sem sentido.

Acho que em um todo, a história é bem montada, só que faltaram elementos significativos para que me chamasse mais a atenção, as partes mais legais do livro, entretanto, não giram em torno do fator principal que é se Ruth irá vencer, seja ela profissionalmente ou não, mas sim em como é feita toda a produção para uma série ir ao ar, essa parte sim realmente foi uma delicia de ler, fora isso, a história meio que .... meio que vai se arrastando..... Ah sim, tem la sua pitada de hot em algumas cenas, aviso porque tem algumas pessoas que não gostam.

Mas, para quem gosta de livros leves, românticos, para quem tem a curiosidade do mundo televisivo, vai ser perfeito. 


Uma crítica ao mundo de sonhos, este livro é ao mesmo tempo, um livro sobre mulheres. Não as mulheres perfeitas das capas de revista, mas aquelas que tem sonhos e inseguranças, que são bem-humoradas, mas que se irritam.... Mulheres que se acham frágeis, mas que demonstram uma força surpreendente a cada obstáculo.

Espero que leiam e voltem pra me contar o que acharam.

Um Beijo



12 comentários:

  1. Não conhecia o livro,gostei da capa tudo haver com a história,achei interessante,um romance leve e com tema que abrange a realidade,gostaria de ler!
    Beijinsss!

    ResponderExcluir
  2. Tb achei a capa linda! Pena que a história não é lá tão envolvente como eu queria... uma boa dose de drama e um aprofundamento psicológico da personagem me interessam muito.
    De qualquer forma, achei o livro divertido, como vc bem citou. Quem sabe para o carnaval?

    ResponderExcluir
  3. Achei a sinopse morna também e ao contraŕio de ti não achei a capa bonita não, pelo contrário ela está bem + do mesmo. Agora a personagem não conquistar a gente isso é um horror, li o livro Bem mais perto da Susane Colasanti e detestei, não tem nada de uhu, legal, nada mesmo. Parece uma historinha de sessão da tarde bem morninha, fiquei com medo de esse parecer também...

    ResponderExcluir
  4. Sara mais uma vez uma resenha divina! Confesso que achei essa capa meio photoshapada, meio forçada, sei lá, o que me ganha nela é o azul esverdeado das águas <3 Como comentei em uma resenha anterior fiquei fascinada por saber como é a vida por trás da fama, atrás das telas, e nesse livro foi isso que me chamou a atenção também. Acho que eu só leria por causa disso.

    Beijos, Greice.
    diariodaalvorada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Sara que bom que o livro te surpreendeu, eu ainda não o li, apesar de ter um exemplar. Estou gostando das primeiras resenhas dele e com certeza lerei também.
    Bjs< Rose.

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia o livro a estoria não me atrair e nem me deixou com vontade de lê-lo, não que ele pareça ser ruim, mas tem tantos livros com estorias melhores na minha lista de futuras leituras que eu não sei se terei tempo para esse...

    Meu Mundo, Meu Estilo

    ResponderExcluir
  7. muito bom quando uma história nos prende assim! Sara to doida pra ler desde o lançamento!
    depois dos elogios da sua resenha eu quero ler
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olha para vc ter uma ideia eu comprei a maioria dos lançamentos da NOVO CONCEITO, mas esse livro e alguns outros não me chamaram atenção e acabei deixando de lado.
    Mas depois que li sua resenha, achei bem interessante a história, principalmente porque tem um pouco de tudo.
    Só não me senti atraida pela história.
    Eu devo dar uma chance por causa do que li na sua resenha, porque sinceramente gostei bastante, mas não por agora, pois já tenho uma infinidade de livros para ler (risos)
    Mas parabens viu? Adorei tudo que vc disse sobre ele =]

    Olha, Depois passa no meu cantinho que tem resenha nova do Tio Nicholas.
    Dá uma comentada : http://lovereadmybooks.blogspot.com.br
    Beijinhos e fica com Deus

    ResponderExcluir
  9. Esse livro chamou minha atenção assim que o vi na fanpage da editora, eu não sabia muito bem do que se tratava mas como você, eu também escolheria pela capa e pelo titulo. A sua resenha me deu mais vontade de lê-lo e espero poder adquirir logo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Vi o livro em um post de lançamentos, e de começo adorei a capa e o título, mas a sinopse também me chamou bem a atenção, porém esta é a primeira resenha que leio sobre o livro, e fiquei ainda mais encantado, não sabia que ele daria tantos sorrisos. Que ótimo :) . Vou ler com certeza!

    Bjs,

    ResponderExcluir
  11. Oi Sara, que história interessante. Ela não me chamou atenção de imediato, nem pelo título, nem pela capa. Mas achei a trama curiosa, e gostei de saber que é leve e com passagens divertidas. Livros assim são bons de vez em quando. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Sara!
    Ainda não sei se vou ler esse livro, os bastidores da TV me interessam, mas se os personagens não tem aprofundamento ou geram empatia, a leitura fica muito morna. Veremos...
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós e será sempre respondido, volte para conferir!
Se possível, deixe o link de seu blog, adoramos conhecer espaços novos e retribuir a visita!