06 novembro 2013

[RESENHA] Sedução Ao Amanhecer - Lisa Kleypas

Título: Sedução Ao Amanhecer
Autor: Lisa Kleypas
Editora : Arqueiro
Páginas: 256
Os Hathaways Livro 02

Sinopse: O cigano Kev Merripen é apaixonado pela bela e bem-educada Win Hathaway desde que a família dela o salvou da morte e o acolheu, quando era apenas um menino. Com o tempo, Kev se tornou um homem forte e atraente, mas ainda se recusa a assumir seus sentimentos por medo de que sua origem obscura e seus instintos selvagens prejudiquem a delicada Win. Ela tem a saúde fragilizada desde que contraiu escarlatina, num surto que varreu a cidade.
Sua única chance de recuperação é ir à Franca, para um tratamento com o famoso e bem-sucedido Dr. Harrow. Enquanto Win está fora, Kev se dedica a coordenar os trabalhos de reconstrução da propriedade da família, em Hampshire, transformando-se num respeitável administrador, mas também num homem ainda mais contido e severo. Anos depois, Win retorna, restabelecida, mais bonita do que nunca... e acompanhada por seu médico, um cavalheiro sedutor que demonstra um óbvio interesse por ela e desperta o ciúme arrebatado de Kev. Será que Win conseguirá enxergar por baixo da couraça de Kev o homem que um dia conheceu e tanto admirou? E será que o teimoso cigano terá coragem de confrontar um perigoso segredo do passado para não perder a mulher da sua vida?

Esse é o segundo livro da série Os Hathaways, o primeiro romance, Desejos à Meia Noite, já foi resenhado e você pode conferir aqui

Dessa vez, a jovem Win é a personagem principal. Como as séries são histórias independentes, pode até ser lido fora da ordem, mas alguma coisinhas acabam se perdendo. Em Desejos à Meia Noite, acompanhamos a história de outra personagem Amelia, a família toda nos foi apresentada, e alguns personagens secundários também. Em Sedução Ao Amanhecer houve um aprofundamento da história, os integrantes da família são mais bem retratados, a cultura cigana teve muito destaque, e tivemos algumas revelações do passado. 

Ele se passa em Londres século XIX, e a autora consegue detalhar bem os costumes da época, o livro é narrado em terceira pessoa e conseguimos identificar os personagens através de seus sentimentos. Win e Leo estão voltando de uma longa viagem, Win sofreu de escarlatina no passado e conseguiu sobreviver, mas para tratar-se viajou para longe tendo Leo como companhia. No primeiro livro eu antipatizei horrores com o Leo, o achei extremamente egoísta, agindo apenas pensando nele próprio e nunca nas irmãs. Porém ele volta bem mais amadurecido, sabendo ouvir as irmãs, eu não digo que agora eu gosto dele, mas ele está tolerável, acredito que ele vá amadurecer conforme os livros forem sendo lançados. 

Win e Merripen estão tentando se acertar, afinal Merripen é um cigano que cresceu junto com as meninas, já que foi acolhido pelo pai delas quando vivo, ele tem um sentimento de dever com elas, nunca passou pela cabeça dele que pudesse ter alguma coisa com Win, embora desde sempre sabe que a ama. E isso chega a me irritar um pouco na narrativa, porque ela é um amor, faz de tudo para mostrar a ele que os sentimentos dela são verdadeiros, e ele é muito duro, tentando se mostrar forte por muitas vezes acaba magoando ela, é extremamente machista e rude. 

Além disso o passado de Merripen e Cam acabam se cruzando, confesso que isso não foi uma novidade para mim, desde o primeiro livro eu já tinha essa suspeita, talvez porque Lisa Kleypas vá nos dando dicas durante a narrativa. Logo eu imaginei que tinha alguma coisa que unia os dois. Embora a hora do desfecho tenha dado certa emoção. 

Uma coisa gostosa é que durante a narrativa dos personagens, vamos conhecendo cada vez mais características de Amelia, Win, Leo, Poppy e Bea. Faz com o que a gente sinta vontade de fazer parte dessa família, eu acho que é uma preparação para os outros livros, a curiosidade de saber o que vai acontecer com cada um deles nos instiga a ficar esperando o próximo lançamento. 

As festas e os costumes são um capítulo à parte, volto a falar, eu devia ter nascido naquela época, as descrições dos vestidos, os costumes, ahh tudo tão lindo, e apesar de tudo, a família é bagunçada mas é um amor. Eles são excêntricos mas são leais. As relações entre os irmãos está acima de qualquer coisa, eles se protegem, se gostam e chegam a brigar por tanto amor. 

Esse livro é bem mais romântico que o primeiro, em Desejos à Meia Noite eu dei boas risadas, porque Amelia é engraçada de fato, já Win é mais séria, mais comedida, ainda não consegui resolver qual dois dois eu gostei mais, portanto leiam os dois !! 

Estou aqui ansiosa pela continuação, quero saber como Leo vai ser portar agora que parou de beber, e resolveu enfim tomar sua posição na sociedade, assim como cuidar direito das irmãs. A continuação do romance entre Amelia e Cam continuam nos deixando apaixonados. Quero saber como essa família vai crescer. 

As capas são lindas, os nomes encantadores, é aquele livro pra você fechar com um suspiro e um sorriso bobo no rosto!


1. Mine Till Midnight - Desejo à Meia-Noite - Livro de Amelia. 
2. Seduce Me At Sunrise - Sedução ao Amanhecer - Livro de Wyn e Merripen. 
3. Tempt Me at Twilight - Tentação ao Por do Sol - Livro de Poppy. 
4. Married By Morning - ainda sem título divulgado - Livro de Leo. 
5. Love In The Afternoon - ainda sem título divulgado - Livro de Beatrix.


30 comentários:

  1. Nossa fiquei com muita vontade de ler esse e o primeiro, eu já gostava das capas e agora com a resenha fiquei louca de vontade de ler, vou adicionar a minha lista de desejados para logo!

    Estandy Books - A Estante Da Andy

    ResponderExcluir
  2. Oi Sara eu amei o primeiro livro. Adorei como a autora não foca apenas na história principal e mostra os personagens secundários e um pouco de suas histórias. Se você achou esse livro mais romântico eu quero ler logo, principalmente pra rever Amelia e Cam. Já imagino qual o mistério que envolvem Merripen e Cam. Ansiosa pra ler.

    Beijos
    Caline
    mundo-de-papel1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá Sara!
    Sou apaixonada por livros que nos emocionam e nos acalmam assim :)
    Essa parece ser uma série maravilhosa! Ainda não li o primeiro, mas pretendo ler logo ><
    Na verdade, ainda não li nenhum romance de época... Gostaria de ver como é...
    Ótima resenha!
    Beijos,
    Ana M.
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá Sara!! Tudo bem??
    Não li ainda Desejo à Meia-Noite, mas está na minha lista de próximas leituras, sempre vejo boas resenhas no livro então estou bem curiosa. Acabei dando uma passadinha de olho na resenha deste livro,só de curiosa mesmo. Bjuss

    ResponderExcluir
  5. Eu acho as capas dessa série tão lindas... E fiquei tão feliz em saber que as histórias são independentes. Acho genial quando autores conseguem construir uma família, relacionando histórias, formando personagens complexos e conseguindo levar uma linha de raciocínio até o final sem falhas.
    E "Sedução ao amanhecer" me trouxe essa impressão. Com certeza é um livro que eu adoraria ter na minha estante. Não só ele como todos os outros.

    ResponderExcluir
  6. Esse tipo de livro não é meu forte mas como sempre Sara você me deixou curiosa. A primeira resenha, de Desejo à meia noite já foi ótima e me deixou com vontade de fazer a leitura, e agora você vem com mias uma dessa! Ultimamente tenho lido bastantes livros que tratam de temas familiares e da relação entre eles, e me apaixonei. Esse tipo de leitura nos abre os olhos para a realidade que está ao nosso redor, na nossa casa. Nunca li nada que falasse de cultura cigana e acho sensacional quando os autores abordam culturas diferentes em suas obras, trazem um aprendizado. Com certeza há muito preconceito quanto ao ciganismo, eu particularmente acho eles estranhos, sem ofender ninguém, claro, então acho que seria uma boa leitura para mim. Sem contar que tem romance né?! E pra mim romance é quase essencial num livro, sim eu sou assim kkk. Daí você me termina a resenha dizendo que é um livro pra se fechar e ficar com um sorriso bobo no rosto? I need!!!!
    Adorei a resenha Sara!

    Beijocas, Greice.
    diariodaalvorada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Sempre penso que deveria ter nascido naquela época também!! rs
    Estou doida para ler esse livro (e o primeiro, que não consegui ler ainda, infelizmente), pela época em que se passa, pelo diferencial que é a cultura cigana, mas principalmente pela família. Adoro história que retratam costumes do clã e quando eles são bacanas assim, acabo até me sentindo parte. rs
    E é legal saber que os personagem evoluem e amadurecem junto com a trama.
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Como não amar os romances históricos? olha eu fiquei encantada pelos quotes que a editora lançou no twitter para promoção do livro, não tem como não amar!
    acho lindo ter o cenario do mundo cigano a espreita pronto para se mostrar, ao que consta esse segundo livro é um pouco melhor que o primeiro mais envolvente. Merripen promete ser aquele mocinho que a gente ama, mas tem vontade de bater na cabeça pra ver se reage e a Win precisará de muito amor para domar e de certa forma curar esse homem machucado pela vida!
    :)
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Gosto quando os autores, não apenas narra a história dos protagonistas, mas também nos apresenta um pouco dos outros personagens. Pela sua resenha, Merripan parece ser um protagonista bem teimoso, mas Win parece ser tão teimosa quanto ele, curiosa para saber como a relação deles se desenvolve.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Eu te confesso que não tinha muito interesse por ler essa série, de todos os romances de época apenas um tinha me chamado atenção, mas depois de ler sua resenha fiquei curiosa para conhecer essa família.Eu já tinha lido resenhas do livro anterior e acho muito interessante que a autora fale de ciganos, é tão legal aprender coisas novas! Eu acho que não ia querer viver nessa época, antigamente a mulher era muito negligenciada e não tinha seus direitos respeitados, mas também gostaria de viver lá só por conta dos vestidos pomposos.
    Abraços, Raquel.

    ResponderExcluir
  11. Estou curiosa para ler esse livro desde o lançamento, faz anos que nao leio romance historico. Gostei da capa!


    xx

    ResponderExcluir
  12. Oi Sara, adorei sua resenha.. apesar de esse não ser meu gênero literário favorito, estou muito curiosa para ler a série já que só escuto elogios. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  13. Oi! eu gostaria muito de ler, mas acho que esperarei sair os outros livros para não ficar ansiosa. Quero muito saber o que acontecerá com Leo.
    bjs

    ResponderExcluir
  14. Gosto bastante de romances de épocas e essa séria parece ser muito boa. Vou precisar ler o primeiro livro antes para não sentir que perdi algo sobre os personagens principais e secundários. Achei interessante eles abordarem a cultura cigana para retratar o garoto e uma família de respeito para a garota.
    Acho s capas bem bonitas e elegantes!

    ResponderExcluir
  15. Nunca li nada relacionado com a cultura cigana e me interessei bastante depois de saber desse detalhe. A capa em si já me deixou louca pra ler esse livro. Eu já tinha lido algumas resenhas sobre o primeiro livro da série, que já tinha me deixado com vontade de ler, e agora que sei que é uma série me deixou ansiosa pra adquiri-los. No geral é uma série que tem uma coisa que adoro, que é o fato de ser uma história de época... Enfim, já entrou na minha lista de desejados. Bjokas!!

    ResponderExcluir
  16. Não costumo acompanhar livros que são uma série, mas tem seu valor. O bom é ver cada personagem crescendo ou melhorando, amadurecendo, como aqui no caso do irmão. E aquela má impressão que ficou nolivro anterior o autor pode desfazer na continuação, hahaha...
    Adorei! Nem sou muito de ler romances de época, mas quando a história encanta e prende assim, essa paixão recolhida, o triângulo amoroso, a sociedade cheia de tabus, acabo não resistindo. Sabe que já estou gostando? Embarcar para uma época diferente - desde que seja no passado, não gosto de tramas futuristas - é interessante e traz informações sobre como se vivia.
    Como é uma continuação, se gostar do primeiro pego o segundo e já garanti duas ótimas leituras!

    ResponderExcluir
  17. Gosto muito de romances de época e acho que a Arqueiro acertou em cheio com essa série. Já li Desejo à meia noite e me encantei com a história. Que bom poder rever Amélia e Cam! Achei que talvez eles não aparecessem tanto nesse segundo volume ... e bom também saber mais do misterioso Marripen. Adoro ficar com o sorriso bobo no rosto!

    ResponderExcluir
  18. Como não amar?
    :)
    Eu queeeero muuuito ler essa belezinha, romances de época tem todo aquele galanteio, sabe como é?
    É um universo de nostalgia, mas uma nostalgia absurda, já que não vivemos e tal. ausuhsuas

    ResponderExcluir
  19. Adoro livros assim, livros mais leves que fazem você parecer boba com aquele romance gostoso. Vou admitir, não li a resenha, nem a sinopse, nem nada. Não tenho o costume de ler quando o livro faz parte de uma sequencia que quero muito ler e ainda não li o primeiro. Acontecia diversas vezes de acabar tendo spoiler do primeiro livro, mesmo na sinopse, então não leio :(

    http://fuxicandosobrelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. O primeiro livro eu já tinha me apaixonado por ele apenas pela capa, e eu acho que eu tava certa, agora só falta ler, eu não tenho muito o que comentar pois não li ainda nenhum dos livros. Mas a resenha ficou muito boa, e aliás eu também já tinha pensado em morar em outra época mas depois mudei de ideia. Que bom que não precisa ter lido o primeiro para entender a história do segundo.

    ResponderExcluir
  21. Oi Sá! Adorei sua resenha menina...
    Li o primeiro livro Desejos a meia noite durante minha lua de mel e confesso que no começo demorou um pouquinho para emplacar, mas quando vi, já estava apaixonada pelas personagens... Principalmente pelos ciganos! ;)
    Sinto de coração um carinho enorme pelo Merripen (acredito que ele seja muito carente) e torço para que o amor dele seja correspondido. A curiosidade de saber o que há entre ele e o Cam é enorme!!! Ou seja, não posso deixar de ler este livro!
    Já está na minha lista de próximos livros a ler!!! E já sei quem vai me emprestar!!!
    Bjs!!!

    ResponderExcluir
  22. Ainda não li nenhum livro desse estilo lançado pela Arqueiro, tenho um aqui em casa mas ainda não o li =/ Infelizmente, pois a temática é absolutamente o que eu curto. Espero começar a ler em breve.
    Este parece que vai se tornar um dos meus favoritos, hehe =)

    ResponderExcluir
  23. O primeiro livro me chamou mais a atenção do que este, mas ainda não pude ler nenhum. Adoro histórias de época e gosto de conhecer novas culturas através dos livros, acredito que este represente uma boa oportunidade para conhecer a cultura cigana. Admiro a união da familia que você relatou pois isso não é uma coisa muito comum de vermos nem nos livros nem na vida real. Também adorei a capa, é muito linda.
    Bjs...
    anna-gabby.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Gosto muito de romances históricos, tem uma narrativa rica em detalhes da época que me deixa imaginando tudo como era naquele tempo. As capas dos livros dessa série, são lindas e só por elas já temos vontade de ler e mais um ponto a favor dessa série é porque são livros independentes que não vão me deixar na fissura quando eu terminar a leitura de um pra começar o próximo, porque o que mata a gente é terminar um livro onde o final não é final e a gente fica doida querendo saber o que vai acontecer e o próximo livro nem foi lançado ainda, essa série pelo menos não vai me trazer esse sofrimento! Adorei! :)

    ResponderExcluir
  25. Acho bem interessante quando se passa em um século diferente, como em Anjo Mecânico. Porém não sou muito de romances, então o livro não me atraiu.

    ResponderExcluir
  26. Bacana, mesmo sabendo que as historias sao independentes e pode ser lido fora de ordem, eu gosto de ler os livros na ordem, sei la, mania.... hahahahaha
    Eu tbm queria ter nascido em uma epoca mais antiga, acho muito bacana TUDO, mas TUDO mesmo, desde as roupas as atitudes e costumes das pessoas, tenho certeza que seira mais feliz naquela epoca.... hahahhahahaa
    bom como nao nasci, posso ir descobrindo pelos livros né...

    ResponderExcluir
  27. Engraçado, eu me lembro claramente de ter comentado essa resenha O.o enfim...
    Já tive vontade de ler livros passado em tempos mais antigos, porém i interesse se foi. Talvez, algum dia, quem sabe, eu volte a ter essa vontade e comece por esta série que aparentemente é mt boa!
    Super Abraço, Victor Rosa
    encantosparalelos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  28. Acabei de ler o 1º e estou louca pra ler este... Se esse for tão bom quanto o outro vou amar!!! Leitura gostosa e que nos prende, minha nossa!! Quando vi já eram 3 da manhã e estava lendo o livro desde as 18h... se eu não precisasse muito dormir, teria lido até acabar!! Adorei a resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  29. Diferente de você EU NÃO DEVERIA TER NASCIDO NAQUELA ÉPOCA ! rs tá aí algo que eu não consigo me identificar e me imaginar esses tempos antigos épocas vitorianas e afins..não consigo aceitar os costumes os trejeitos ...por esse motivo nunca consigo ler livros com essas épocas envolvidas..mesmo quando são bons livros..já ouvi boas críticas dos livros da Lisa mais não consigo me empolgar para ler.

    ResponderExcluir
  30. Eu não sou muito de ler livros da editora arqueiro, mas acho que terei que abrir uma exceção para esse livro. Eu definitivamente amei a sinopse dele, e já vou juntar dinheiro para compra-lo.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós e será sempre respondido, volte para conferir!
Se possível, deixe o link de seu blog, adoramos conhecer espaços novos e retribuir a visita!