13 fevereiro 2013

[RESENHA] Cidade dos Ossos - Cassandra Clare


Cidade do Ossos é o primeiro livro da série de fantasia "Os Instrumentos Mortais" da autora Cassandra Clare.

Clary Fray é uma adolescente de 15 anos que vive em Nova Iorque com sua mãe Jocelyn Fray, no bairro do Brooklyn em um apto em cima da casa de uma cartomante, a sinistra Madame Dorothea.

Clary e Simon Lewis (seu melhor amigo) estavam na casa noturna mais badalada da cidade, o Pandemônio, na noite de Halloween quando Clary presenciou um assassinato. Um grupo de adolescentes acabara de matar um garoto. Simon mesmo sem entender o que estava acontecendo foi procurar ajuda e quando volta acompanhado de um dos seguranças, Clary fica chocada por eles não estarem vendo a cena e os criminosos que estão bem ali à sua frente.

A recíproca também é verdadeira, afinal eles não sabiam explicar como é que Clary conseguira vê-los. Jace Wayland, um dos adolescentes conta a Clary que o garoto que ele acabara de matar era um demônio e não um mundano (ser humano) como ela imaginava.

No dia seguinte, ainda atordoada com os acontecimentos, Clary descobre que sua mãe decidiu que iriam passar as férias fora da cidade, revoltada com a decisão unilateral da mãe, Clary sai de casa com Simon para assistir um recital de poesia de um amigo em comum e lá vê Jace novamente. Indignado por uma mundana tê-lo visto em ação, Jace propõe levá-la até seu tutor para descobrirem porque Clary consegue vê-lo.

O Celular de Clary toca, e Jocelyn está perturbada e manda Clary dar um recado a Luke, seu amigo de infância, de modo que ela lhe diga que Valentim a achou. Jace acompanha Clary até sua casa e percebem que Jocelyn desapareceu. O apartamento está completamente revirado e, um demônio está à sua espera, um Ravener.

Para se desvencilhar do demônio, Clary enfia um sensor de presença demoníaca de Jace na garganta do monstro, matando-o, porém, ele consegue ferí-la. Jace resolve levar Clary para sua casa, chamada de "O Instituto" que fica em uma igreja escondida magicamente dos seres humanos. Lá ela se recupera do ferimento e conhece Isabelle e Alec, os outros adolescentes que vira na casa noturna, além de Hodge, o tutor de Jace.

Lá Clary descobre sobre a existência dos demônios, dos Caçadores de sombras e também da Clave (a alta cúpula dos caçadores de sombras), descobre também a existência de fadas, lobisomens,  vampiros e feiticeiros que vivem harmonicamente pelas condições de um acordo firmado com a Clave, que protegia os seres humanos de ataques.

Um antigo caçador de sombras chamado Valentim não concordava com os termos dos acordos e acreditava que somente os puros poderiam sobreviver desencadeando uma guerra entre a Clave e ele e seus seguidores. Valentim que tinha sido considerado morto até então estaria vivo? Porque a mãe de Clary desaparecera? Quem a teria levado e para onde? Porque Clary viu e sobreviveu ao ataque do demônio Ravener?

Essas e outras perguntas você terá respondida após ler o primeiro livro da série "Os Instrumentos Mortais".

Ah como eu amo fantasia... me deixo levar, participo da aventura, rio, sofro junto com a protagonista. Acho que é meu estilo favorito, o momento em que tudo aquilo que parece impossível me tira dessa realidade suja e me faz viajar pelas mais belas histórias de faz de contas.

Esta fantasia é escrita em 3ª pessoa, por um narrador onisciente, porém seguindo o ponto de vista de Clary. A história possui 23 capítulos e 3 epígrafes precedidas por poesias. A capa é maravilhosa, brilhante e tem Jace Wayland e suas tatuagens/marcas (símbolos mágicos que dão poderes e habilidades a quem os usa).

Se a intenção de Cassandra com este primeiro livro foi introduzir a personagem principal Clary no mundo sobrenatural e fantástico, ela conseguiu, mas na minha opinião a introdução do leitor acerca da forma e modo de existir desse mundo mágico foi meio brusca. A quantidade de seres, nomenclaturas e acontecimentos foi demasiado exagerada, cheguei muitas vezes a me achar uma débil mental e tendo que voltar pra ler e reler muitas partes.

Encontrei inúmeras coincidências com a série Harry Potter e outros livros de fantasia e isso me broxou um pouco fazendo-me pensar várias vezes se deveria ou não continuar. A escrita da Cassandra é excelente, mas ela exagerou para um livro introdutório.

Não estou dizendo que o livro é ruim, longe disso, existe ação da primeira à última página, mas acho que o furor que ele causou na blogsfera me fez criar maiores expectativas e dessa forma acabei me decepcionando. Na verdade, acho que minha decepção maior foi por eu ter comprado sem ler nenhuma resenha, nem sequer a sinopse e descobrir que se trata de anjos. Definitivamente detesto livro de anjos.

Mas, como me disseram que a coisa melhora no segundo livro e fiquei curiosa em saber o que aconteceu efetivamente com Jocelyn e as respostas que ela terá que prestar a todos, eu lerei a sequência, Cidade das Cinzas.

Nota oficial 3,5
Nota Skoob 3,0

Curiosidade: A ideia do livro nasceu quando uma amiga de Cassandra a levou em uma loja de tatuagens, ela lhe mostrou umas pegadas no teto que se cruzavam e se intercalavam criando padrões, mas Cassandra logo interpretou-as como sendo as marcas de uma batalha sobrenatural travada entre seres fantásticos que acabaram deixando rastros. A partir daí ela criou uma sociedade secreta de caçadores de demônios cuja magia ficava marcada como uma tatuagem. Cassandra quis criar uma fantasia tradicional com um quê de modernidade.
Espero que tenham gostado da resenha e que meus pontos tenham ficado claros do porque me decepcionei.
Comente, você concorda, discorda, porquê?

Beijos




13 comentários:

  1. Oi Chrys :)

    hahaha vc comentou no meu blog que achou Sussurro agua com açucar e agora eu entro aqui e vejo que se decepcionou com Cidade dos ossos tbm, que fala sobre anjos.. é, deve detestar mesmo ushaushuas..

    Eu tenho esse livro mais ainda nao li :(

    Eu nao sou mto fã de fantasia, apesar de ter me impressionado com os ultimos que li.

    De qlqr forma pretendo ler esse livro assim que comprar os demais da série ^^

    Beijão!
    Rapha ~Doce Encanto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Huahuahaua
      Me decepcionei com Sussurro e acho que carreguei pra outros livros... hehehe

      Beijos

      Excluir
  2. Esse foi um livro que eu amei na época que li (tem tempo), mas até hoje não consegui parar para ler a sequência. Queria tentar fazer isso antes que o filme saia nos cinemas :x

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu costumo gostar de ver o filme primeiro e depois ler, geralmente me decepciono menos com as mudanças.

      Beijos

      Excluir
  3. E não é que o livro parece ser bom mesmo..
    Essa menina se mete em uma confusão tremenda. Quero muito ver o filme, acho que será bom!

    beijos.
    www.intheskyblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que vc iria gostar Lana, leia e veja sim!!! Depois me conta!!!

      Beijos

      Excluir
  4. Oi Chrys!
    Fantasia não é meu gênero favorito em livros, mas em filmes sim. Nesses casos, gosto de assistir 1º ao filme e depois ler o livro. Talvez eu faça isso com Cidade dos Ossos, porque comecei a ler o livro e fiquei meio tonta, não conseguia imaginar totalmente as cenas, acho que após o filme irei mergulhar melhor no livro e até ler a sequência, já que ficarei curiosa ;)
    Beijos... Elis Culceag.
    * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  5. Oi Chrys.
    Eu tenho esse livro aqui, a série toda por sinal, mas não li nenhum.
    E confesso que tenho muita curiosidade de ler, mas falta tempo, esse é um livro que já encontrei tanto resenhas positivas quanto negativas, que pelo visto é preciso fazer a leitura pra se chegar a própria conclusão.
    Ao contrário de você eu adoro livros com anjos rsrsr.

    Beijos
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  6. Comecei a ler. Ainda estou no inicio, mas confesso que estou saturada de YA :-)
    Bj, Aris.

    ResponderExcluir
  7. JACEEE! Esse livro foi tão gostoso de ler. E acabei lendo por acaso, pois nem conhecia a série e acabei ganhando o livro e foi amor a primeira lida. Muito bom!

    ResponderExcluir
  8. Ah Chrys, também não curto livros de anjos! D: Por isso sempre tento ler resenhas antes de comprar ou ler algum livro (embora às vezes possa estragar um pouco as surpresas do livro)!

    ResponderExcluir
  9. Também não curto essa temática...
    A sua nota não ficou muito diferente da cotação no skoob.

    ResponderExcluir
  10. Eu quero muito ler essa série ( mas por causa do sucesso que ela está fazendo, do que pela história confesso), eu também não gosto de livros com anjo, mas amo fantasia... Então acho que de uma maneira geral vou gostar.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós e será sempre respondido, volte para conferir!
Se possível, deixe o link de seu blog, adoramos conhecer espaços novos e retribuir a visita!