06 julho 2012

{Resenha} Percy Jackson e o ladrão de raios




Olá gente,

Demorei para fazer esta resenha, pois mesmo tendo devorado o livro, mesmo tendo adorado e aprendido muito com ele, achei muito difícil resenhá-lo e precisei levar o meu tempo para que ela saísse à altura do livro.




Bom, vou começar falando sobre a capa, da qual gostei bastante, tem bastante coisa relacionada aos acontecimentos do livro, porém sem entregar nada. Adoro capas "desenhadas", além de rústicas, passam apenas uma ideia geral de como é a personagem, por exemplo, sem te obrigar a ter uma imagem pre-existente.

Os capítulo não são curtos, mas são fáceis e rápidos de ler pois você quer saber o que acontece em seguida e assim vai durante todo o livro.

Vamos à história então:

"Olhe, eu não queria ser um meio-sangue. Se você está lendo isso porque acha que pode ser um, meu conselho é o seguinte: feche este livro agora mesmo. Acredite em qualquer mentira que sua mãe ou seu pai lhe contou sobre seu nascimento, e tente levar uma vida normal."

Percy é um garoto de apenas 12 que estuda em um internato particular para crianças problemáticas de Nova York. Se ele achava que mudar de escola para escola era ruim, mal sabia ele que as coisas só iriam piorar dali para frente.
Sua vida começou a mudar quando a escola resolveu levar seus alunos para um passeio no museu de arte metropolitana em Manhattan, NY.

Percy estava determinado a ser bonzinho nesta viagem. Ele e Grover, seu melhor amigo tinham que aguentar Nancy Bobofit provocando e arremessando comida em suas cabeças a viagem toda. Mas eu repito, ele estava determinado a ser bonzinho!
Percy era dislexico e a única matéria que mantinha seu interesse era Mitologia, ensinada pelo professor Brunner. Ele estava muito animado até o momento em que fora do museu, Nancy veio na direção dele e de Grover e deixou metade de seu lanche já comido cair no colo de Grover. Num momento Percy estava sentado e no outro Nancy estava dentro do chafariz, toda molhada e gritando. Foi neste momento que Percy escutou a chata da professora Sra Dodds chamando-o para a detenção, dentro do museu.

Foi mais um dos momentos estranhos, a Sra Dodds, a professora de matemática, de repente começou a se transformar, criou asas e garras e partiu para cima dele. O Sr. Brunner que no momento anterior estava a km de distância, num piscar de olhos estava na porta da galeria lhe lançando uma caneta pelo ar. Aquela inocente caneta, quando alcançou as mãos de Percy se transformou em uma espada, espada que percy desferiu um golpe na Sra Dodds, atravessando-a e transformando-a em areia. Depois disso, Percy estava novamente sozinho na galeria, com uma caneta na mão.

A partir daí, as coisas estranhas e bizarras viraram um hábito. Na volta para casa, de férias, Percy e Grover avistam 3 velhas cortando um fio. Grover fica desesperado ao perceber que Percy conseguira enxergá-las, mas não lhe explica a razão. Isso irrita Percy que despista Grover e vai para casa sozinho.

Percy chega em casa e lá encontra seu padrasto Gabe, "Gabe o cheiroso" como o chama devido a seu fedor. Percy nunca se deu bem com ele e não entendia o fato de sua mãe aturar tantos maus tratos. Percy e sua mãe pretendiam fazer uma viagem para Mountalk, porém Grover aparece e ao perceber que ele e sua mãe já se conheciam, exige explicações sobre os estranhos acontecimentos e acaba descobrindo que Grover é um sátiro e que seu pai é um Deus.

Diante dos acontecimentos e amedrontada, a mãe de Percy resolve levá-lo ao único lugar que ele estaria a salvo, o Acampamento Meio-Sangue, que se destina a semideuses. No caminho, eles são atacados pelo Minotauro que mata a mãe de Percy e deixa Grover desacordado. Com raiva, Percy mata o Minotauro, demonstra suas habilidades inconscientes e tira-lhe seu chifre.

Chegando no Acampamento, Percy reconhece seu professor de Mitologia, que na verdade é um centauro e faz amizade com Annabeth. No Acampamento, existem 12 chalés, 1 para cada Deus e seus descendentes. Pouco tempo após a chegada de Percy ao Acampamento, Poseidon reconhece-o como filho e imediatamente manda chamá-lo, outorgando-lhe uma importante missão.

O raio de Zeus fora roubado e Percy acusado. Para provar sua inocência, Zeus concede-lhe 10 dias para resgatar e devolvê-lo, impedindo assim uma guerra no Olimpo.

A Aventura de Percy começa e  é nesta missão que ele conhece os mais diversos mitos e Deuses Gregos, conseguindo cumprir sua missão a tempo e fazendo nosso coração palpitar com a descoberta do ladrão e seu motivo, além de abrir as portas para um mistério que será trabalhado nos próximos livros.

Eu simplesmente amei o livro! Ele não tem qualquer semelhança com Harry Potter, por mais que muitos indaguem... a questão da literatura fantástica acaba trazendo isso e generalizando as demais obras que são estereotipadas indevidamente.

Eu aprendi muito com o livro, de uma forma inesquecível e estou louca para ler a continuação, que já tenho, mas resolvi intercalar com outros tipos e acabei por me distanciar tempo demais de Percy.

Não existe qualquer razão para que um ser humano não leia este livro. Além de divertido ele é instrutivo, deveria ainda fazer parte da literatura obrigatória do Ensino Fundamental, pela quantidade de informação útil que traz.

Recomendadíssimo!!!

E ele leva:


Beijinhos
Chrys

11 comentários:

  1. Não sou fã de livros com capas "desenhadas", mas procuro não julgar pela capa.
    A resenha passa a idéia de uma história de aventura. Não é muito o meu gênero, mas leria para ter melhores impressões!

    Editoras e Livros

    ResponderExcluir
  2. Oi Chrys!
    Apesar de não ter lido o livro, gostei bastante do filme baseado nessa história, e não entendi porque não filmaram a continuação. Já ouvi falar que esse escritor tem uma narrativa muito divertida, mas ainda não tive oportunidade de lê-lo.
    Beijos... Elis Culceag. www.arquivopassional.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Flor!
    Eu não esperava tanto deste livro, realmente ele é muitas vezes comparado a HP e por medo de achar uma imitação, acabei nunca dando chance à ele.
    Fiquei empolgada ao ler sua resenha, tive uma nova visão do livro.

    Parabéns!

    Bjos!

    Cida
    http://www.moonlightbooks.net/

    ResponderExcluir
  4. Adorei esta série, muito bem escrita e cheia de aventuras. O filme deste livro eu não gostei, apesar de achar os efeitos especiais bem legais.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  5. Achei o filme desse livro bem melhor que o livro. Acho que é porque achei o livro meio parado.
    Mais recomendo mesmo assim o livro.
    Gostei do Post.

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Eu AMO Percy Jackson... eu já acho o livro melhor que o filme... Mas ok. Enfim, parabéns pela resenha, muito bem escrita (: e, a série é realmente ótima, super recomendo ;D

    ResponderExcluir
  7. Eu também me tornei fã do Percy. Também demorei a ler pelas comparações a Harry que para mim é inigualável!!!!
    Mas depois que li vi que na verdade o pessoal confundiu ou preferiu comparar por serem crianças com poderes sobrenaturais, sem extrair dele o conteúdo cultural.
    Em questão de riqueza de informação, Percy é mais rico e mais instrutivo que Harry. Mas obviamente que HP é meu queridinho forever!!!

    ResponderExcluir
  8. Eu não li nada de Percy até hoje justamente temendo encontrar semelhanças com HP, mas eu nunca li nenhuma resenha negativa sobre essa série, e só ouço ótimos elogios ao autor. E depois de sua resenha, bem clara por sinal, é hora de conhecer melhor a obra. Beijos


    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  9. Eu só conheci a série no finalzinho do ano passado e me tornei fã! *-* A escrita de Rick é maravilhosa e os detalhes sobre mitologia são perfeitos! A história é tão boa que sempre que lia um capítulo dizia só mais, só mais e... quando vi já tinha acabado o livro! :D

    ResponderExcluir
  10. Adoro Percy!!Li esse ano,e me apaixonei!!
    Sorte que li antes de ver o filme,porque me decepcionei completamente..
    Amo mitologia,seja ela grega,romana,egípcia,híndu..Por isso que adorei de cara a série..Então recomendo sempre essa série incrível'
    Bjs'

    ResponderExcluir
  11. Não sei porque as pessoas comparam ele com Harry Potter, mesmo sem ter lido os livros, pela sinopse e resenhas, eu acho que não tem nada haver... Ainda quero ler a série :)

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós e será sempre respondido, volte para conferir!
Se possível, deixe o link de seu blog, adoramos conhecer espaços novos e retribuir a visita!